Protetores de animais solicitam ajuda para animais resgatados em Goiânia, GO

Ao resgatar um gato abandonado a pedido de amigos no Centro de Zoonoses da Prefeitura de Goiânia, a protetora Débora, que também é advogada, se deparou com uma triste realidade: mais de 60 animais enjaulados em gaiolas sem condições de locomoção e higiene necessárias há mais de 60 dias. Foram trazidos para o CCZ por causa de um processo cautelar que o Ministério Público entrou contra uma possível acumuladora. Alguns morreram, muitos adoeceram, e outros foram recolhidos já muito doentes.

Débora então protocolou um pedido administrativo junto à Promotoria do Meio Ambiente para que os animais fossem retirados do Centro de Zoonoses e no dia 09 de setembro, ela conseguiu uma liberação e os outros protetores se reuniram em uma força tarefa para encaminha-los à Clinica Petway onde foram examinados, medicados, castrados, vacinados e desvermifugados.

Neide Santos, outra protetora de animais que há mais de 20 anos tem feito esse trabalho com a colaboração de amigos e empresas sensíveis a causa animal, ofereceu abrigo em dois quartos de sua casa aos 32 animais que sobreviveram.

Por enquanto, o que ela tem é apenas um terreno em uma chácara. Mas com o seu apoio, pode se transformar em uma estrutura ideal para abrigar esses e outros animais resgatados das ruas e do abandono indiscriminado, enquanto esperam por lares definitivos. O projeto é construir um gatil e um canil para animais abandonados à espera de adoção, a exemplo da AASPAN que também tem feito esse trabalho e com sucesso.

Fonte: O Hoje 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.