Protetores salvam a vida de cachorro que sofria maus-tratos em Cáceres, MT

Protetores salvam a vida de cachorro que sofria maus-tratos em Cáceres, MT
Reprodução

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais diz que colocar em risco a vida de qualquer animal é crime. O artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais que diz, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Mas na manhã desta quarta-feira (3), a Associação de Ajuda aos Animais de Cáceres – AAAC – foi acionada dando conta que um cão sem raça SRD (Sem Raça Definida) aparentemente estava mantido amarrado sob o sol, por dias sofrendo maus-tratos.

Respondendo a denúncia anônima, voluntários e a Polícia Militar chegaram até a residência onde foi constato o fato, o animal encontrava-se amarrado a uma árvore sem água, comida e sob um sol escaldante.

Além disso o cão estava enrolado a uma corda, e bastante debilitado no momento do resgate.

Segundo a denúncia os proprietários da residência saem logo cedo e só retornam ao anoitecer, sendo que o animal fica sem água e ração, e que isto é frequente, pois o animal fica latindo e chorando muito.

O animal foi resgatado e levado até a residência de um dos protetores, e ficará no local de forma temporária, até que as autoridades competentes decidam o destino do mesmo.

Por Joner Campos

Fonte: Cáceres Notícias

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.