Psicanalista é demitido do ‘Encontro com Fátima’ após revelar que não gosta de bichos

Psicanalista é demitido do ‘Encontro com Fátima’ após revelar que não gosta de bichos

Francisco disse no ar que achava normal deixar um cachorro de estimação dormir fora de casa, fora do espaço comum dos humanos.

MIDIA 152882 ext arquivo

O psicanalista Francisco Daudt foi demitido do programa ‘Encontro com Fátima Bernardes’ depois de passar um ano colaborando com a atração. A demissão aconteceu depois que ele revelou não gostar de animais, na última segunda-feira (15). Francisco disse no ar que achava normal deixar um cachorro de estimação dormir fora de casa, fora do espaço comum dos humanos.

“É verdade que eu não gosto muito de bicho. Quando minha filha perguntava qual bicho eu gostava, respondia: ‘leitão a pururuca’. Aí, ela falava: ‘bicho vivo, pai’. Eu respondia: ‘ostra’. Tenho uma relação com o cachorro da minha filha (que durante sete meses fica em sua casa), na qual eu sou o dono e não ele”, disse ele à Fátima Bernardes durante o programa.

O psicanalista participava do programa todas as segundas-feiras comentando os assuntos discutidos na atração. “A gota d’água foi eu insultar a ‘religião’ de algumas pessoas, só porque disse que não gostava de bichos. Foi como falar mal de Maomé para os islâmicos. Vou embora satisfeito, agradecido pelo amor de toda equipe. Afinal, me aturaram durante um ano. O Arruda (diretor) me ligou e disse que o programa não era para ser polêmico e as minhas (opiniões) eram”, disse ele ao ‘UOL’.

Fonte: Tribuna Hoje

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.