PSP retira cão a homem filmado a agredir animal dentro de casa em Loures, Portugal. Veja a imagem do resgate

PSP retira cão a homem filmado a agredir animal dentro de casa em Loures, Portugal. Veja a imagem do resgate

Um homem foi filmado por vizinhos a agredir violentamente um cão de raça Yorkshire, na quarta-feira à tarde, no centro de Loures.

O vídeo, que tem apenas alguns segundos, mostra o homem, que tem entre 40 a 45 anos, a pegar no focinho do animal, e a agredi-lo com violentas bofetadas. 

Vários vizinhos foram alertados pelos ganidos do animal, e chamaram a PSP.

As imagens podem impressionar os leitores mais sensíveis.

Fonte oficial desta força de segurança confirmou ao CM que uma patrulha da esquadra de Loures se deslocou à residência do homem. O mesmo disse que o cão pertence à sobrinha, que está fora do país, e o deixou temporariamente à sua guarda.

O homem disse não ter os documentos do animal. A PSP examinou o cão, e verificou que o mesmo não tinha sinais aparentes de violência.

Mesmo assim, os agentes fizeram participação ao Ministério Público, para eventual procedimento criminal por crime de violência sobre animais.

PSP retira cão a homem filmado a agredir animal dentro de casa em Loures.

As autoridades procederam esta quinta-feira à “apreensão de um canídeo de raça “Yorkshire Terrier”, em resultado de uma denúncia de maus tratos a animal”, informou a Polícia de Segurança Pública em comunicado.

“O autor foi identificado, verificou-se ausência aparente de quaisquer lesões no animal, todavia, apurou-se que o visado não era o proprietário do canídeo e, nestas circunstâncias, como medida cautelar, foi-lhe aquele apreendido e entregue no Centro de Recolha Oficial de Loures”, avança a PSP.

A proprietária do cão, ausente temporariamente da localidade, terá de se “deslocar ao centro de recolha para proceder ao levantamento do animal”.

Homem filmado a espancar cão em Loures.

Por Miguel Curado

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana original 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.