Publicitária retorna ao Brasil com 25 animais resgatados em situação de maus-tratos no Chile: ‘Logística tremenda’

Publicitária retorna ao Brasil com 25 animais resgatados em situação de maus-tratos no Chile: ‘Logística tremenda’
Publicitária trouxe a Ribeirão Preto, SP, 25 animais resgatados no Chile — Foto: Divulgação/Arquivo pessoal

Quando o amor é grande, ele é capaz de atravessar fronteiras. Uma publicitária de Ribeirão Preto (SP), após morar 14 anos no Chile e ter adotado 50 animais vítimas de abandono e maus-tratos, retornou ao Brasil com 25 desses bichinhos.

VÍDEO: Publicitária resgata 25 animais no Chile e retorna a Ribeirão Preto com eles

Durante o tempo em que ficou no Chile, Daniela Fabris Moreira ajudou a resgatar mil animais. E toda essa história começou com uma filhote que recebeu o nome de Linda: em uma tarde de inverno, a Dani, como prefere ser chamada, encontrou a cadela em uma praça.

Quando perguntou aos varredores se a filhotinha pertencia a um deles, a publicitária foi informada de que o animal tinha sido abandonado havia alguns dias.

“Não tive dúvidas. A gente botou [ela] dentro da bolsa, eu fui trabalhar, e na época, meu atual ex-marido era meu namorado e ele levou a Linda pra casa”, relembra Dani.

A família cresceu ao longo dos anos. Linda, a primeira a ser resgatada, ganhou 49 “irmãos”, como o Ariel, que teve as patinhas traseiras amputadas e, segundo a publicitária, chegou para ela com a possibilidade de eutanásia.

Enquanto ia se envolvendo cada vez mais com a causa animal, Dani se tornou uma protetora e encontrou outras brasileiras que apoiam resgatadores. Entre elas está a empresária Taísa Else, que faz parte de um grupo que ajuda no resgate, adoção e reabilitação de cães, gatos e pássaros.

“O que a gente puder ajudar, a gente está ajudando”, afirma Taísa.

Retorno ao Brasil

Após quase uma década e meia no Chile, a publicitária teve que voltar ao Brasil por causa do trabalho. Mas ela resolveu que não voltaria sozinha.

“Você assume uma responsabilidade, sabe que esses animais vivem vinte anos. Não tem como você fechar a porta e ir embora. Eu acho que você assumiu uma responsabilidade, você tem que levar com você”, afirma.

Essa sensibilidade fez com que Dani tomasse a decisão de trazer os seus companheiros para o Brasil. Para isso, ela mobilizou uma verdadeira força-tarefa entre amigos e veterinários.

“As pessoas, na primeira oportunidade, começam a dar em adoção, a se desfazer, a jogar na rua. Ela não. Ela está levando um por um e isso é de se admirar e de seguir o exemplo”, elogia a amiga Taísa.

Não é fácil proporcionar uma viagem internacional para os animais. É preciso seguir uma série de normas e processos, como desparasitar e vacinar os bichinhos antes do embarque.

A fila de caixas de cães e gatos chamou a atenção no aeroporto. (veja abaixo)

Publicitária brasileira resgatou animais no Chile e os trouxe para Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV
Publicitária brasileira resgatou animais no Chile e os trouxe para Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV

Alguns transportes exigem um cuidado maior, como o de Nano. O cachorro precisou vir sozinho com Dani, pois é surdo e tem outros problemas de saúde.

“Essa questão de resgate, recuperação e abandono, a gente tem que fazer dentro dos nossos limites emocionais, financeiros e físicos. É uma logística tremenda”, pontua a publicitária.

Ao todo, foram três viagens em 20 dias para trazer metade dos animais para o Brasil. E todo o esforço deu resultado: Dani passou o Réveillon com a metade dessa família, composta por 18 cães e sete gatos, em Ribeirão.

Daniela Fabris Moreira retornou a Ribeirão Preto, SP, com 25 animais resgatados no Chile — Foto: Reprodução/EPTV
Daniela Fabris Moreira retornou a Ribeirão Preto, SP, com 25 animais resgatados no Chile — Foto: Reprodução/EPTV

Amor e família crescem

Agora, a publicitária junta dinheiro para buscar a metade que ficou no Chile. Para isso, conta com a ajuda de amigos como a empresária Elba Baptista e seu marido, Ernan. Com eles, estão três cachorros maiores: o Beto, a Nera e a Cleme.

“São animais resgatados que são apadrinhados aqui”, diz Elba.

Mas os 25 animais que ficaram no Chile incluem, além desses cães de porte maior, um burro, bodes, aves, patos, galinhas e coelho. Todos sob cuidados de amigos enquanto aguardam pela hora de viajarem ao Brasil.

Enquanto isso, os sobrinhos de Dani se divertem com os animais que já estão em Ribeirão Preto. “Eles são muito agitados, então dá pra brincar muito”, diz a estudante Martina Borges Fabris.

A paixão da publicitária pelos animais também é vista no sobrinho mais velho, Jordano Borges Fabris.

“É muito legal ver tantos cachorros assim serem bem cuidados, amados por pessoas que realmente se importam. Amo cada um deles”, celebra o estudante.

A estudante Martina Borges Fabris é só alegria com a chegada dos bichinhos a Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV
A estudante Martina Borges Fabris é só alegria com a chegada dos bichinhos a Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV

Por Susana Berbert

Fonte: g1