Quase mil animais já foram resgatados nas vias urbanas de Salvador (BA) em 2020

Quase mil animais já foram resgatados nas vias urbanas de Salvador (BA) em 2020
Neste ano, as espécies com mais ocorrências foram as serpentes. Foto: Divulgação

Cerca de 983 animais já foram resgatados até o momento pela Guarda Civil Municipal de Salvador (GCM) nas vias urbanas da capital. Segundo o balanço do órgão divulgado nesta segunda-feira, 9. No ano passado, o número de resgates foi de 1.029.

Neste ano, as espécies com mais ocorrências foram as serpentes (213), entre as quais, 146 jiboias, jabutis e cágados (101), sariguês (95), corujas (39) e micos (33). Em outubro, dois jacarés (um da espécie jacaré-anão e o outro da espécie coroa) e uma sucuri de dois metros foram resgatados na praia de Jaguaribe.

A Guarda Municipal acredita que os animais tenham sido levados pelos rios Jaguaribe e Trobogy até a praia, por conta das chuvas, período que costuma registrar um aumento de casos do tipo. Na semana passada, uma serpente, uma tartaruga, um pássaro, um urubu e uma coruja foram encontrados e encaminhados aos órgãos competentes.

Outro fator que leva ao deslocamento das espécies para o meio urbano é o desmatamento para a construção de prédios e empreendimentos. Os animais silvestres são encontrados em diferentes bairros de Salvador, visto que há resquícios de Mata Atlântica em diferentes pontos da cidade. As raposas são mais presentes em Mussurunga. Na Paralela, é comum a incidência de serpentes.

Fonte: A Tarde

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.