Quatro cães envenenados em ONG continuam em estado grave em AL

Quatro cães envenenados em ONG continuam em estado grave em AL

De acordo com Neafa, onze animais morreram por envenenamento. Ao todo, 30 cães apresentaram sintomas e 16 tiveram alta.

AL maceio neafa1 paula nunes

Quatro cães abrigados na sede do Núcleo de Educação Ambiental Francisco de Assis (Neafa), no bairro do Farol, em Maceió, continuam em estado grave na manhã deste sábado (27) após asuspeita de envenenamento que atingiu 30 animais da ONG. O caso foi registrado há dois dias e já ocorreram 11 mortes.

Todos os animais que apresentaram problemas de saúde estavam no mesmo canil onde foram achados, segundo os veterinários do Neafa, vestígios de alimento envenenado. A equipe de voluntários, que montou uma força-tarefa para tratar os animais envenenados, acreditam que o veneno foi lançado por cima de muro pela parte de trás da sede.

AL maceio neafa2 paula nunesSegundo informações da assessoria de comunicação do Neafa, a ONG fez, na manhã de sexta-feira (26), um Boletim de Ocorrência para registrar o fato na Central de Flagrantes. O caso foi encaminhado ao 4º Distrito da Polícia Civil. De acordo com o agente Cleber, as imagens da câmera da sede da ONG já estão com a Polícia Civil e um procedimento de investigação já foi iniciado.

Doações
A ONG resgata e trata de animais de rua para encaminhá-los para adoção. A veterinária Elisabeth Lima explicou que o Neafa esta recebendo muitas doações desde o dia 25, mas ainda está precisando muito da ajuda das pessoas.

“Nós precisamos de comida diferenciada, porque eles não conseguem comer ração ainda, como arroz para cachorro, fígado de frango e carne moída. Também precisamos de suplementos vitamínicos, jornais e tapetes”, informou a veterinária.

A entidade pede a quem puder fazer doações entre em contato pela rede social ou pelo telefone (82) 3221-0193.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.