Que é isso?! Um funcionário do Controle Animal foi chamado para salvar um gatinho doente, então ele dirigiu-se com o gato para a floresta e o deixou lá!

Que é isso?! Um funcionário do Controle Animal foi chamado para salvar um gatinho doente, então ele dirigiu-se com o gato para a floresta e o deixou lá!
Foto: Ramdan Authentic / Unsplash

Temos um enigma para você. Quando um funcionário do Controle de Animal não é realmente um funcionário do Controle Animal? Quando ele é quem atende a uma chamada para salvar um filhote de gato doente apenas para apanhá-lo e largá-lo na floresta para morrer!

Em Frankfort, Delaware (EUA), um gentil morador ligou para o Delaware Office of Animal Welfare para informar sobre um filhote de gato doente que encontraram sentado no meio da rodovia. O filhote estava com problemas respiratórios e necessitava de atendimento veterinário urgente. Quando você chama o serviço de Bem-estar Animal, isso é o que você pensa que irá acontecer!

Não em Delaware. O tal funcionário do Controle Animal colocou este pobre gatinho em seu caminhão, dirigiu 30 milhas e largou o pequenino para se virar por conta própria na floresta. O morador estava horrorizado quando ligou para a Animal Welfare na sequência para ver como o filhote estava indo, apenas para o funcionário dizer que limpou a boca do gatinho e o deixou lá.

Defensores dos animais fizeram de imediato uma busca na área da floresta por sinais do gatinho, mas num ambiente estranho, sem idéia de quais predadores rondam, sem comida, água ou abrigo, e o mais preocupante de tudo, gravemente doente, o filhote de gato não tinha chance alguma de sobreviver. Apenas podemos esperar que, o que quer que tenha acontecido, ele não esteja sofrendo.

De acordo com o Código Penal de Delaware, artigo 1325: Crueldade Contra Animais; o abandono de animais está elencado como violação. Alegam que o funcionário foi “reeducado” para soltar animais na mesma área onde costumam ser encontrados. Certamente seria de bom senso para a maioria das pessoas não pegar um animal doente e soltá-lo para morrer quando seu trabalho é o de proteger animais.

Não é apenas porque gatinhos são fofos. Se uma pessoa trabalha para cuidar de animais, esse abandono intencional levanta um alarme sobre que outras coisas esse funcionário necessitaria ser “reeducado”! O que faz uma pessoa trabalhar com bem-estar animal quando não tem nenhuma consideração pelo bem-estar deles?

A organização In Defense Of Animals apela para que o funcionário seja processado. Eles pedem que façam ligações educadas ou enviem cartas para Christina Motoyoshi, Diretora do Delaware Office of Animal Welfare, pedindo que ele seja indiciado por esse ato horrível. Por favor, considere fazer uma dessas ações, para ser uma voz para pequeninos filhotes que não podem falar. Você pode encontrar um modelo de carta e o número para Motoyoshi aqui.

Por Kelly Wang / Tradução de Rie Kawasaki 

Fonte: One Green Planet 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.