Radialista mata coelhinho ao vivo e revolta ouvintes na Dinamarca

Radialista mata coelhinho ao vivo e revolta ouvintes na Dinamarca

Dinamarca 26mai2015 o apresentador asger juhl e o coelho allan 1432728344700 300x300

Uma rádio da Dinamarca está sob intensa pressão depois que um de seus apresentadores matou um filhote de coelho ao vivo durante um programa sobre bem-estar animal.

O apresentador Asger Juhl, da rádio 24syv, foi acusado de ter matado o coelho Allan, de apenas nove semanas, com uma bomba de bicicleta — para provar, segundo ele, a “hiprocrisia” de ativistas que comem carne.

No Facebook, a rádio postou um vídeo que mostrava carne sendo fritada, com um comentário de que Juhl e seu colega Kristoffer Eriksen comeriam o coelho.

Agora, as redes sociais no país foram tomadas por pedidos para que Juhl seja demitido e que ele e a emissora sejam responsabilizados pelo ato.

Segundo o canal Sky News, o coelho “se contorceu várias vezes até morrer”.

Em nota, a rádio disse que “garantiu que o coelho fosse morto de uma maneira sensata, de acordo com instruções dadas por um funcionário do zoológico, então o coelho não sofreu nenhum dano”.

“Não é nossa intenção ofender ninguém e lamentamos que muitos não entenderam nossa mensagem. Mas esperamos que esse debate acalorado ajude a criar melhores condições para animais no agricultura danesa”, acrescentou ainda a nota.

Fonte: UOL 

Nota do Olhar Animal: Além da colossal ignorância sobre o que sejam os diretos animais, sobre veganismo e sobre tantos outros aspectos, o radialista só comprovou a sua baixeza moral. Seu ato estúpido, além de imoral, era desnecessário para mostrar a incoerência de parte dos ativistas. Os matadouros já cumprem esta tarefa tragicamente bem. Que ele seja demitido e, se a lei local permitir, processado judicialmente. 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.