Raposa foi resgatada por servidores da prefeitura de Paulista e levada para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas/Tangará), no Recife — Foto: Prefeitura de Paulista/Divulgação

Raposa é encontrada presa a cerca de arame farpado perto de área de mata em Paulista, PE

Uma raposa foi encontrada nas proximidades de uma área de mata, em Jardim Paulista Alto, em Paulista, no Grande Recife. Segundo a Secretaria-Executiva de Meio Ambiente da cidade, o animal estava bastante debilitado e preso a uma cerca de arame farpado, perto de uma oficina mecânica.

O bicho, de acordo com a prefeitura, seguiu para o Centro de Triagem Animais Silvestres (Cetas/Tangará), na Zona Norte do Recife. Depois da recuperação, será levado de volta para a natureza.

O resgate da raposa ocorreu na sexta-feira (10) e foi divulgado nesta segunda (13). O coordenador do Núcleo de Sustentabilidade Urbana da prefeitura, Hebert Andrade, afirmou que o animal é jovem e de pequeno porte.

Raposa foi encontrada em área de mata e estava debilitada, segundo a prefeitura de Paulista, no Grande Recife — Foto: Prefeitura de Paulista/Divulgação
Raposa foi encontrada em área de mata e estava debilitada, segundo a prefeitura de Paulista, no Grande Recife — Foto: Prefeitura de Paulista/Divulgação

“A raposa não conseguia nem andar direito. Ela esboçou um a reação, tentando morder, mas sem força. Não sabemos o que levou o animal fica naquelas condições, bastante desidratado, nem por quanto tempo ficou sem se alimentar”, comentou Andrade.

Hebert Andrade informou que o animal está se recuperando bem e conseguiu se alimentar. A prefeitura não soube explicar o que levou o animal a se aproximar da cerca.

“A área de resgate fica perto da Mata do Ronca e vários fatores podem ter contribuído para que a raposa ter aparecido nas proximidades da oficina. O bicho pode ter tentando procurar comida nas áreas de sítios na região”, acrescentou.

De acordo com a prefeitura, quem encontrar um animal silvestre em área urbana deve entrar em contato com a equipe do Núcleo de Fiscalização ambiental, pelo telefone 3433-1311, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A chamada pode ser feita pelo 153, número da Guarda Municipal. A informação também pode ser repassada de forma presencial, no Centro Administrativo da prefeitura, na Avenida Prefeito Geraldo Pinho Alves, 222, em Maranguape I.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.