Raposas mortas e penduradas em sinal de trânsito suscitam investigação em Portugal

Raposas mortas e penduradas em sinal de trânsito suscitam investigação em Portugal
Raposas mortas e penduradas em sinal de trânsito suscitam investigação (Fotos: © Sónia Afonso)

Duas raposas adultas mortas e penduras num sinal de trânsito, numa estrada entre Mértola e Castro Verde, levou a que as autoridades abrissem uma investigação para apurar o que se passou e quem terá provocado a morte daqueles animais.

Ao Notícias ao Minuto, fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Beja disse ter tido conhecimento do caso esta quarta-feira, depois de o achado macabro ter sido denunciado nas redes sociais. As autoridades vão proceder à recolha dos animais, enviá-los para o Centro de Recolha do Vale do Guadiana do ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas), onde será determinada a causa da morte.

Posteriormente serão feitas deligências para apurar o ou os autores do crime. A mesma fonte da GNR disse ainda que, naquela região, é frequente animais considerados predadores de caça serem mortos pelos caçadores.

Os animais, desde águias, raposas, saca-rabos, entre outros, são habitualmente mortos por envenenamento. O que não é de todo comum é a forma como os animais foram expostos na via pública, pendurados nos sinais de trânsito e a pingar sangue, como uma testemunha relatou ao Notícias ao Minuto.

portugal_alentejo_raposas_mortas_penduradas_sinal_transito_2

portugal_alentejo_raposas_mortas_penduradas_sinal_transito_3

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.