Realizada soltura de aves silvestres apreendidas em ocorrências da PMA em Canoinhas, SC

Realizada soltura de aves silvestres apreendidas em ocorrências da PMA em Canoinhas, SC

Na tarde de terça-feira, 27, a 3ª Companhia de Polícia Militar Ambiental de Canoinhas realizou a soltura de nove aves silvestres em uma mata nativa da região.

Aprisionadas em gaiolas como animais de estimação, muitas aves passam anos sem voar em seu habitat natural, causando o atrofiamento das asas em função do aprisionamento. Muitas delas sofrem maus tratos ou são domesticadas, não garantindo a sobrevivência no meio ambiente natural.

Os animais soltos neste dia são provenientes de apreensões e entregas voluntárias. Depois de chegarem à sede da PM Ambiental, passam por um período de reabilitação e são acompanhados por profissionais habilitados, que visam a constante analise e avaliação de soltura destes animais. Além de recuperar a saúde, os animais precisam, muitas vezes, reaprender funções básicas como voar e se habituar e procurar o próprio alimento.

Foram soltas na mata nativa três aves conhecidas popularmente como Baitaca-Verde e seis Tirivas-de-testa-vermelha, que saíram em pleno voo após a abertura das gaiolas. Ambas espécies são nativas da nossa região, ocorrendo no Bioma da Mata Atlântica, garantindo o equilíbrio dos processos ecológicos da região.

Cativeiro ilegal de animais silvestre é crime. Segundo o Decreto nº 6.514, de 22 de julho de 2008, a multa é de R$ 500 por indivíduo e de R$ 5 mil se a espécie estiver na lista da fauna silvestre em perigo de extinção.

Assista ao vídeo clicando aqui.

Fonte: Jornal Correio do Norte

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.