Rede Municipal de Educação de São Carlos (SP) receberá 7.200 exemplares de revistas sobre o tráfico de animais silvestres

Rede Municipal de Educação de São Carlos (SP) receberá 7.200 exemplares de revistas sobre o tráfico de animais silvestres

A secretaria municipal de Serviços Públicos, através do Parque Ecológico “Dr. Antonio T. Vianna”, destinará à secretaria municipal de Educação, 7.200 exemplares da revista “Vida Livre, Um Sonho Animal”, que serão distribuídos para todos os alunos matriculados na rede municipal de educação. A cerimônia de entrega será nesta sexta-feira (11), às 8h, na Escola Municipal Carmine Bota.

As revistas foram enviados pelo IBAMA/MMA para algumas unidades de Jardins Zoológicos do Brasil, que desenvolvem atividades de Educação Ambiental, e o Parque Ecológico de São Carlos foi um dos escolhidos. A distribuição também atingirá as escolas da rede estadual de ensino e particulares. A cartilha foi coordenada pelo biólogo do IBAMA, Vincent Kut Loo, com o intuito de transmitir às crianças a importância de não possuir animais silvestres em casa. As obras tratam de forma lúdica, os personagens que mostram o que acontece com os animais capturados com traficantes de animais silvestres, que é considerado o terceiro maior mercado ilegal do mundo, ficando só atrás do trafico de drogas e armas, e buscam sensibilizar os jovens leitores sobre esse grave problema e a importância de se tornarem defensores dos bichos e multiplicadores da ideia. “Essas obras são de valor inestimável. O material contém importantes informações sobre os problemas que o meio ambiente enfrenta de uma forma educativa e sensível”, ressaltou o secretário municipal de Educação Carlos Andreucci.

Deverão participar da entrega simbólica, o prefeito Paulo Altomani, o secretário de Educação Andreucci, o secretário municipal de Serviços Públicos José Carlos Correa, o Diretor do Departamento de Defesa e Controle Animal Jilverson Moraes, o Administrador do Parque Ecológico, Fernando Magnani e os alunos da Escola Municipal Carmine Bota. 

Fonte: Prefeitura de São Carlos

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.