Reserva no AP sofre com invasões para caça e roubo, denuncia gerente

Reserva no AP sofre com invasões para caça e roubo, denuncia gerente

Invasores estariam vendendo animais como caça, segundo Paulo Amorim. Revecom estaria sofrendo com falta de vigilância desde 2011.

Por Fabiana Figueiredo

A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Revecom, localizada em Santana, a 17 quilômetros de Macapá, está sofrendo com a ação de invasores. Segundo o gerente técnico da unidade, Paulo Amorim, as invasões são roubar objetos e até mesmo apedrejar ou caçar os animais.

AP Santana reserva sofre roubo2

“Na verdade, fizemos alguns ajustes, mas a situação voltou a agravar em 2011. Tem algumas pessoas viciadas em drogas e caçadores mesmo, eles vêm caçar, e acabam vendendo os animais da reserva. E tem gente que compra. Isso é complexo. Há mais ou menos 4 anos, com o encerramento de um convênio que tínhamos com o estado, tivemos que dispensar a vigilância da reserva. Então a situação foi se agravando”, contou Amorim.

Segundo o gerente, a reserva já pediu apoio das instituições de segurança, mas recebe como resposta que não há efetivo suficiente das polícias para assegurarem a área, calculada em cerca de 171 mil metros quadrados e que abriga mais de 130 animais de diferentes espécies. Outros 300 ficam soltos pela área de mata.

AP Santana reserva sofre roubo3

Amorim ressalta que grande parte dos animais que são levados para a reserva ambiental é vítima de agressão de humanos.

“Nossa área é invadida quase que diuturno, somos avisados, tentamos acionar alguém pelo menos para sinalizar que estamos aqui. A gente constata, sai correndo atrás do pessoal. A última vez que vimos atentarem contra um animal foi a anta chamada de Chicão”, disse Amorim.

O gerente recordou que recentemente pediu apoio da Polícia Militar (PM) para concertar uma tela de proteção da reserva, porque suspeitos estariam provocando os funcionários da unidade.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.