Restaurante anuncia em rede social que crianças e animais são proibidos no local

Restaurante anuncia em rede social que crianças e animais são proibidos no local
Foto: Shutterstock

Um restaurante em São Paulo recebeu críticas por proibir a entrada de crianças em suas instalações. No Facebook, os responsáveis pelo estabelecimento escreveram que menores de 14 anos não tinham a entrada permitida, pois o local não estaria adaptado para recebê-los. Ainda na mesma publicação, eles acrescentam que a entrada de animais também é proibida por questões de higiene.

“Mesmo que eles não entendam. Se rebelem. Fiquem bravos ou desolados. Informamos que não é permitida a entrada de crianças menores de 14 anos, uma vez que nosso espaço não está adaptado para recebê-las. Não é permitida ainda, a presença de animais domésticos de qualquer espécie, por questões de higiene sanitária”, diz o texto publicado pela Brunch Cantareira.

De acordo com o site O Globo, para ilustrar a postagem, foram incluídas imagens de um cãozinho, um macaco mostrando a língua e uma criança completamente suja de barro, com um filhote de cachorro nos braços. “Um espaço que exclui crianças, exclui as mães. E excluindo mães, exclui pais, avós, amigos e todo círculo dessa família! Péssimo exemplo em uma sociedade que deveria ser inclusiva! Espero que as crianças vetadas ao acesso a este local, quando maiores, boicotem estabelecimentos deste tipo! Negócio retrógrado!”, comentou uma internauta.

“Próximo passo é proibir entrada de idosos e deficientes, afinal já existem muito lugares onde eles podem ir”, ironizou outra mulher. Patricia Bittencourt, proprietária do restaurante, foi entrevistada pelo blog Mães de Peito e declarou não possuir “estrutura” para receber crianças, uma vez que no local “tem escadas”. A postagem e a página do restaurante no Facebook não existem mais.

sp_sampa_brunch-cantareira

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.