Rio Preto (SP): acusado de esquartejar cão e jogar na igreja leva multa

A Polícia Ambiental de Rio Preto multou em R$ 1,5 mil o servente de pedreiro Guilherme Augusto dos Santos, 19 anos, por maus-tratos contra um cachorro. Ele é acusado de esquartejar o animal, um vira lata, e de levá-lo até uma igreja evangélica no momento de um culto. O corpo do cão foi deixado sobre o altar. O caso aconteceu no último dia 26, no Recanto dos 18, em Ipiguá.

O capitão Alessandro Daleck afirma que viu a reportagem do Diário, naquela ocasião, e procurou o acusado durante vários dias. No último domingo, a mulher dele foi encontrada na casa do casal e levou os policiais até uma obra em Ipiguá, onde o jovem estava trabalhando. “Ele falou que quando bebe fica agressivo e que estava sob efeito de álcool quando praticou o crime”, diz Daleck. Além da multa, ele vai responder criminalmente por maus-tratos. Santos não foi encontrado pela reportagem em sua casa na tarde de ontem.

Fonte: Diário Web

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.