RJ: cadela que sofreu sequestro passa por cuidados veterinários

RJ: cadela que sofreu sequestro passa por cuidados veterinários
Cadela sequestrada passou por cuidados veterinários - Foto: Luiz Nicolela

Nessa quinta-feira (29), um dia após ser encontrada em uma passarela da Rodovia Amaral Peixoto, na altura de Santa Bárbara (RJ-104), entre os bairros de Novo México e Santa Bárbara, entre SG e Niterói, a cadela Mel teve um dia de alegria e cuidados médicos na casa dos tutores, na Zona Oeste do Rio.

Segundo pessoas próximas à família da cadela, seus tutores a submeteram ao cuidados veterinários para saber se o período passado longe do lar e em poder de criminosos trouxe algum dano à sua saúde. A cadela, no entanto, após uma boa noite de descanso e carinhos habituais, mostrou estar bem e manteve o jeito meigo e dengoso. Dispostos a esquecer os momentos de tristeza que passaram por causa do sequestro de Mel, seus tutores evitam atender ligações e buscam voltar a ter privacidade e habitual rotina.

A cadela é tratada como uma pessoa da família por seus tutores, que durante todo o tempo de sua ausência, fizeram campanha nas redes sociais e deixaram bem claro que a coisa mais importante para eles era recuperar o animal, ficando em segundo plano os danos materiais provocados pelo roubo do veículo em que estavam, um Nissan Frontier, e joias.

Entenda o caso – Mel foi roubada no último fim de semana junto com o carro em que estava, na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), na altura do Arsenal, em São Gonçalo. Com um ano de idade, ela foi castrada e seus tutores a levaram a Maricá para tirar os pontos da operação, no fim de semana. Quando eles passavam pela RJ-106, na altura do Arsenal, em SG, na noite de domingo (26) em direção ao Rio, quatro homens cercaram o veículo e ordenaram que as três pessoas que estavam no carro descessem. A cadela foi levada no veículo, para desespero de seus tutores.

O animal foi encontrado amarrado no início da tarde dessa quarta-feira (28), em uma passarela de pedestres dessa mesma estrada, no trecho RJ-104, na altura de Santa Bárbara, na divisa de São Gonçalo e Niterói. A polícia investiga a possibilidade de os traficantes de alguma comunidade daquela região, responsáveis pelo roubo do veículo, terem abandonado o animal por causa da grande repercussão que o caso ganhou.

Passarela onde Mel foi encontrada fica em Santa Bárbara - Foto: Luiz Nicolela
Passarela onde Mel foi encontrada fica em Santa Bárbara – Foto: Luiz Nicolela

Criminosos do Novo México, em São Gonçalo, estão sendo investigados por policiais da 75ªDP (Rio do Ouro), como os autores do roubo e sequestro da cadela. Eles chegaram a pedir R$ 20 mil para libertá-la, mas os policiais orientaram a família na não ceder.

Tragédia – Por coincidência, a passarela em que a cadela foi deixada é a mesma que foi destruída parcialmente pela explosão de uma casa de fogos em Santa Bárbara, em 21 de junho de 1991, que deixou 21 pessoas mortas e outras 50 feridas. O estouro foi ouvido a uma distância de cinco quilômetros. Todas as casas e estabelecimentos comerciais num raio de 300 metros foram danificadas — e 50 carros foram destruídos. O bazar estocava três vezes mais fogos que o permitido. Hoje, no lugar do estabelecimento, há um terreno coberto pelo mato.

Fonte: O São Gonçalo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.