Santuário animal permite que visitantes escalem montanha com centenas de cachorrinhos

Santuário animal permite que visitantes escalem montanha com centenas de cachorrinhos
Foto: Territorio de Zaguates

Aninhado nas montanhas da Costa Rica, o Territorio de Zaguates é um santuário que abriga mais de 1,8 mil cachorros abandonados. Isso pode parecer inacreditável, mas é real e realmente é um lugar mágico.

O santuário nasceu há cerca de 17 anos, a partir do desejo de Lya Battle e Alvaro Saumet de ajudar cães de rua da Costa Rica. Eles começaram o resgate em sua casa de dois cômodos, mas quando já tinham mais de 100 cães, perceberam que precisavam de mais espaço. O avô de Lya havia deixado para ela uma fazenda de 370 acres nas montanhas. Então eles arrumaram suas vidas e seus cães e transferiram seus esforços de resgate para lá.

Depois que alguns abrigos locais fecharam e deixaram seus cães sob os cuidados do casal, o número de cães no santuário cresceu. O mundo todo começou a reconhecer os esforços do resgate e, atualmente, mais de 1 mil cães podem chamar o santuário de lar.

“Somos um lar temporário para centenas de cachorros em busca de uma segunda chance. Portanto, a maioria dos nossos cães pode ser adotada (nacional e internacionalmente). Mas também somos o lar permanente de muitos outros que talvez nunca encontrem uma família por causa de sua aparência, idade ou necessidades especiais”, disse Lya ao The Dodo.

Nas montanhas com cachorros

Andando pela propriedade do santuário, é realmente um paraíso. Há campos para brincar e montanhas para caminhar. E não importa aonde você vá, sempre há pelo menos uma dúzia de cães ansiosos para acompanhá-lo ao longo do caminho.

“Nossos cuidadores ‘correm’ com os cães cerca de três vezes por dia, cada corrida/caminhada tem cerca de três horas de duração”, disse Lya. “Esse é o tempo que eles normalmente usam para correr montanha acima, se sujar mais e brincar no pequeno lago artificial que fizemos para eles. Nossa matilha de centenas de cães se divide em matilhas/grupos menores, cada um liderado por um cuidador. Os cães tendem a ‘escolher’ um deles como alfa e a se integrar ao grupo. Portanto, mesmo quando têm a chance de andar livremente pela propriedade, eles tendem a ficar juntos com os tratadores porque adoram ficar com sua pessoa.”

Foto: Territorio de Zaguates

Além disso, há também áreas para cães idosos e com necessidades especiais, e para cães que precisam de um pouco mais de espaço longe do resto dos residentes. Alguns dos cães que estão no santuário há muito tempo gostam de explorar a propriedade por conta própria e já adquiriram confiança suficiente com seus cuidadores para saberem que sempre voltarão para seus currais no final do dia. Uma das partes mais agradáveis do Territorio de Zaguates sempre foi o fato de eles receberem o público para visitá-los e fazer caminhadas com seus muitos, muitos cães.

Cuidados necessários

O santuário funciona totalmente a partir de doações, o que às vezes pode complicar suas atividades. Mas todos os envolvidos estão totalmente comprometidos em garantir que cada um dos cães receba os cuidados necessários. “Como é de se esperar, às vezes somos obrigados a priorizar a alimentação e a atenção veterinária aos cães e os projetos são adiados, mas continuamos trabalhando e continuamos firmes”, disse Battle.

Fonte: Tribuna de Jundiaí