Santuário assina acordo para trazer quatro elefantes de zoológico da Argentina para Chapada dos Guimarães

Santuário assina acordo para trazer quatro elefantes de zoológico da Argentina para Chapada dos Guimarães
Elefantes vivem em cativeiro em Mendonza, na Argentina (Foto: Reprodução/Diário Uno)

Quatro elefantes que vivem no zoológico de Mendonza, na Argentina, vão ser transferidos para o 1° Santuário de Elefantes da América Latina, em Chapada dos Guimarães. Um acordo foi assinado pela instituição com a Secretaria de Meio Ambiente da Província de Mendonza nesta terça-feira (13) e mais informações devem chegar em breve.

As informações foram divulgadas na última terça (13) no “Diario Uno”, site jornalístico da Argentina. No título, eles mencionam “Querem transladar dois elefantes do Zoo de Mendonza para uma reserva no Brasil”. Já no Facebook do Santuário, foram citados quatro animais: Pocha e Guillermina (fêmeas asiáticas), Tamy (macho asiático) e Kenya (fêmea africana da savana).

santuario_acordo_trazer_elefantes_argentina_chapada_dos_guimaraes_2

Na matéria do site argentino, eles contam que o secretário de Meio Ambiente Humberto Mingorance se encontrou, junto à diretora do zoológico, Mariana Carmen, com Junia Machado, presidente do Santuário do Brasil, e que a intenção é dar melhores condições de vida aos animais. Atualmente, dez elefantes vivem em parques e zoológicos na Argentina, e a longo prazo o objetivo é enviar todos.

As primeiras que virão, Pocha e Guillermina, são mãe e filha, e vivem atualmente em cativeiro, num espaço reduzido. Segundo o Santuário, elas serão trazidas antes porque são asiátias, e a área de asiáticos já está construída. “Temos que continuar levantando fundos para construir o setor de africanas e de asiáticos, os dois seguintes, e depois o de africanos. Lembrando que os setores de machos e de fêmeas de mesma espécie são contíguos, com cercas modulares para permitirem as configurações de grupos que forem melhores para eles. Precisamos arrecadar fundos e seguir avançando. Se você tiver condições, participe fazendo uma doação, ou chamando seus amigos para criarem uma vakinha, os elefantes em cativeiro precisam de todos nós. Cada dia faz diferença em sua recuperação”, afirma a publicação na Fan Page.

O Santuário

Guida, uma das primeiras elefantas a chegar no Santuário (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)
Guida, uma das primeiras elefantas a chegar no Santuário (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

As primeiras elefantas do Santuário chegaram a Chapada dos Guimarães em outubro de 2016. Maya e Guida viviam acorrentadas em uma propriedade rural em Minas Gerais antes de serem trazidas.

A ideia da criação do Santuário de Elefantes, o primeiro da América Latina, foi da publicitária Junia Machado depois de se solidarizar com a causa. Em parceria com a ONG Elephant Voices e com o Santuário do Tenessee, ela encontrou a área ‘perfeita’ em Chapada e iniciou o trabalho.

O Santuário não é aberto ao público, os elefantes machos e as fêmeas ficarão separados para que não haja reprodução. O objetivo é resgatar cinquenta elefantes de toda América Latina.

O projeto vive totalmente de doações de empresas e de pessoas físicas, não há dinheiro público. Além disso, o Santuário conseguiu, junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), todas as licenças ambientais para funcionar.

A terra onde hoje se instala o Santuário foi uma fazenda de gado, chamada Fazenda Santa Fé do Boqueirão. São 1100 hectares, onde no máximo 50 elefantes (todos os que estão em situação de risco na América Latina).

santuario_acordo_trazer_elefantes_argentina_chapada_dos_guimaraes_4 santuario_acordo_trazer_elefantes_argentina_chapada_dos_guimaraes_5 santuario_acordo_trazer_elefantes_argentina_chapada_dos_guimaraes_6 santuario_acordo_trazer_elefantes_argentina_chapada_dos_guimaraes_7 santuario_acordo_trazer_elefantes_argentina_chapada_dos_guimaraes_8

Por Isabela Mercuri

Fonte: Olhar Direto

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.