Chimpanzés usados para experiências recuperam em santuário na Áustria

Santuário para chimpanzés torturados em experimentos pode fechar na Áustria

34 chimpanzés que eram usados por uma empresa de farmacêutica austríaca para experiências vivem agora no Gut Aiderbichl Sanctuary, um parque para primatas traumatizados em Viena.
A norte-americana Baxter International Inc. assumiu a Immuno AG em 1996, baniu as experiências com primatas e construiu o parque.

Depois de três décadas a viver em pequenas jaulas, os chimpanzés, podem agora usufruir de espaços interiores e exteriores adequados.

O apoio financeiro da Bexter International e das autoridades austríacas terminará em 2019.

Fotos: Christian Bruna

Fonte: SIC Notícias


Nota do Olhar Animal: A notícia de que este santuário pode fechar está em outro site, que não pudemos reproduzir aqui. Veja em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2018/09/19/santuario-para-chimpanzes-torturados-em-experimentos-pode-fechar-na-austria.htm

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.