Seaworld não fará alterações em virtude da decisão de circo sobre remover elefantes das apresentações

Seaworld não fará alterações em virtude da decisão de circo sobre remover elefantes das apresentações

Tradução de Daniele Ribeiro Tostes

Orlando, Flórida: o controverso grupo de defesa dos animais PETA (Pessoas em Defesa do Tratamento Ético dos Animais, traduzido) alardeou uma grande vitória contra o circo Ringling Bros, e o grupo Barnum & Bailey disse que removeria os elefantes do circo.

A ONG está levantando questionamentos a respeito da possibilidade do Seaworld tomar a mesma decisão em relação às baleias. Tanto o grupo Ringling Bros quanto o Barnum e Bailey, prometeram acabar com as apresentações até 2018, em resposta a questionamentos sobre como os animais são tratados.

Pessoas ligadas à Seaworld disseram que não têm planos de fazer mudanças nas apresentações do parque aquático. Um porta-voz do parque temático disse que as campanhas da PETA são, com muita frequência, fundamentadas em informações falsas e não confiáveis. Ele disse ainda que o Seaworld é um exemplo em termos de cuidado, pesquisa, cuidado e conservação dos animais.

Quanto à Ringling Bros e Barnum & Bailey, os representantes da ONG PETA disseram que a empresa reconheceu que muitos de seus frequentadores ficaram preocupados com as viagens a que são submetidos os elefantes. Defensores dos animais alegam que conseguiram uma grande vitória após uma luta de 35 anos contra a empresa.

Especialistas ligados a parques temáticos locais disseram que é muito cedo para saber se esta mudança causará algum impacto no parque temático Seaworld a ponto de ser estendida às famosas baleias. As mais recentes estimativas de lucro do Seaworld mostraram uma queda de R$7,4 milhões no faturamento do ano passado. A queda seguiu-se ao lançamento do polêmico documentário Blackfish que criticava a forma com que o parque temático tratava as suas baleias.

Representantes do Seaworld disseram que a empresa evoluiu ao longo dos anos em resposta a mudanças em relação ao reconhecimento e expectativas do público, incluindo a recente decisão de investir milhões de dólares para melhorar as instalações das baleias.

EUA seaworld

Fonte: WFTV.com

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.