Seis gatos são mortos por envenenamento em Sorocaba, SP

Por Adriane Mendes

Seis gatos foram mortos por envenenamento na semana passada, no Jardim Imperial, região da Vila Barão. A proprietária dos animais, a funcionária pública estadual Rosangela Salete Martins, de 54 anos, registrou boletim de ocorrência e disse que pretende processar o autor, caso o mesmo venha a ser identificado.

De acordo com Rosangela, que reside numa casa ampla situada na rua das Laranjeiras, todos seus animais (eram dez ao todo), sempre foram bem tratados, com vermifugação, vacinação e castração, e desconhece quem na vizinhança pudesse não gostar deles, tendo em vista que alguns, apesar do cuidado, acabam escapando.

Ela contou que a descoberta dos animais mortos se deu nas primeiras horas da quinta-feira passada, dia 20, sendo que dois estavam mortos em seu terreno, e os demais na casa vizinha, cujo morador inclusive, segundo ela, teria ficado chocado, tendo em vista que ele próprio gostava dos gatos e os acolhia também em sua residência.

Ainda segundo Rosangela, na calçada, próximo à sua casa, foi localizado um prato plástico com comida pastosa para gatos misturada à “granulado preto”, que ela supõe se tratar de chumbinho. O material foi apreendido e apresentado no Plantão Sul, onde registrou a ocorrência, para ser encaminhado para perícia.

A funcionária pública espera que a polícia, por meio do 2º Distrito Policial, que com o agrupamento do 7º Distrito passou a concentrar as denúncias de maus-tratos a animais, que o autor seja identificado, e que daí levará o processo adiante. Isso porque, caso seus gatos pudessem estar incomodando alguém, deveria então tê-la procurado e expor o problema, e não optar por matá-los. Mesmo quase uma semana depois, ela ainda chora cada vez que se recorda deles. Os gatos mortos tinham entre 5 meses e 6 anos de idade. 

Fonte: Cruzeiro do Sul

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.