Seis mil bolivianos marcham exigindo lei de proteção animal

Tradução de Alice Wehrle Gomide

No dia 17 de abril, mais de seis mil manifestantes chegaram ao redor do Congresso Nacional da Bolívia para exigir a aprovação de uma lei contra o abuso animal após a circulação de um vídeo nas redes sociais onde uma mulher mata seu cachorro a pedradas.

Inconformados, os ativistas marcharam pelas ruas do centro de La Paz até a Plaza de Armas, onde ficam os poderes da Bolívia, e exigiram que os legisladores aprovassem uma lei que evite casos como o que foi visto no vídeo filmado em Cochabamba.

“Queremos pedir justiça pelos animais. Como eles não têm voz, pedimos justiça. Aqui estamos todos os amantes de cachorros, eles não têm quem os defenda”, disse a estudante Maritza Centellas, entrevistada pela agência boliviana de informação ABI.

O protesto ocorreu pacificamente em meio a um amplo operativo de vigilância em todos os acessos à praça.

Fonte: 20 minutos

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.