Sem lugar para abrigar animais resgatados, Organização de Proteção Animal pode fechar

Sem lugar para abrigar animais resgatados, Organização de Proteção Animal pode fechar

Por Naiara Leonor

MT cuiaba 4604940287226651031 n

A Organização de Proteção Animal de Mato Grosso (OpaMT) está com prazo para entregar o terreno onde funciona o abrigo dos animais que são resgatados pela ong. O local que foi cedido pela dona, abriga cerca de 200 animais, entre gatos e cachorros. Sem um local adequado para funcionar, a OpaMT corre o risco de fechar as portas e já interrompeu os resgastes por não ter condições de atender os animais.

A presidente da OpaMT, Michelle Scopel, explicou que o prazo máximo para a entrega do terreno é até o dia 21 de maio, e que no momento os animais estão sendo realocados nas casas dos voluntários da ong, mas ela reitera que não há lugar para todos, por isso precisa de ajuda para conseguir um novo local para que o abrigo funcione e os bichinhos não fiquem sem lar. Como uma organização não governamental e sem fins lucrativos, a OpaMT existe por meio de trabalho voluntário e doações de mantimentos, serviços e dinheiro.

Michelle afirmou já ter procurado vereadores e até o Ministério Público na promotoria do Meio Ambiente, para que ajudassem a resolver o problema do terreno, mas segundo ela, a resposta foi de que não há nada que eles possam fazer.

A OpaMT conta com dez voluntários em seu setor administrativo, sendo apenas dois desses os que ficam diariamente no abrigo. Dois estabelecimentos especializados são parceiros da ong, um Pet Shop que ajuda com banho e tosa gratuitos e uma clínica que atende os bichinhos com desconto e auxilia na arrecadação de doações como ponto de coleta.Bazares e rifas também são formas de arrecadação utilizadas pela ong.

Quem quiser ajudar a OpaMT com doações pode entrar em contato com a ong pela página no Facebook “OpaMT” ou pelo email: [email protected]. Outro ponto de coleta é o Dogmania Pet Shop que além de receber as doações também está vendendo os calendários da ong com fotos e histórias dos animais nas folhas de todo o ano.

Fonte: Olhar Direto

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.