Situação de cavalos abandonados será discutida por vereadores em Cubatão, SP

Situação de cavalos abandonados será discutida por vereadores em Cubatão, SP
O vereador Anderson De Lana (PSDB) solicitou, durante sessão plenária, a criação de uma CEV. Foto: Rodrigo Palassi / Divulgação

É comum observar animais de grande porte em situação de vulnerabilidade, principalmente cavalos, em alguns bairros de Cubatão. Pensando nisso, o vereador Anderson De Lana (PSDB) solicitou, na última terça-feira (20), durante sessão plenária, a criação de uma Comissão Especial de Vereadores (CEV) que discutirá alternativas para melhorar o recolhimento e o atendimento desses animais na cidade.

No requerimento, o parlamentar comenta que atualmente o município não consegue realizar a apreensão dos equinos e oferecer o devido tratamento aos animais.

Segundo De Lana, tem se tornado cada vez mais comum ver cavalos em situação de maus-tratos e abandonados em vias públicas.

Ainda segundo o vereador, isso ocorre porque muitos cidadãos não têm condições de criar os animais de grande porte.

“Eles acabam percebendo que é muito oneroso o tratamento desses animais”.

O parlamentar do PSDB também comentou que dialogará com o Poder Executivo para que os próximos concursos públicos incluem o cargo de médico veterinário especialista em equinos.

De Lana ressaltou que somente com profissionais com essa expertise prestarão um serviço mais acurado para os animais de grande porte.

Rodrigo Alemão (PSDB) disse que recentemente se deparou com um cavalo abandonado na Avenida Tancredo Neves, que oferecia grande risco para os motoristas e para o próprio animal.

O vereador destacou o projeto de lei Nº 60, de sua autoria, que regulamenta a apreensão de animais de médio e grande porte em estado de soltura nas vias públicas, em rodovias ou em locais de livre acesso em Cubatão.

A matéria se encontra, no momento, na Procuradoria para análise.

Alessandro Oliveira (PL) lembrou as apurações da CEV, presididas por ele no ano passado, discutiram as condições de funcionamento do serviço de controle de zoonoses e as denúncias sobre maus-tratos dos animais.

O parlamentar ressaltou que, em opinião, falta uma política efetiva de bem-estar animal na cidade.

Por Luana Fernandes

Fonte: Diário do Litoral

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.