Solucionado o caso da cadelinha Amora, sequestrada por três meses

Solucionado o caso da cadelinha Amora, sequestrada por três meses
Depois de três meses desaparecida, Amora é encontrada e devolvida à sua família (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Animal foi sequestrado no bairro de Sacomã, em São Paulo, SP, após ser tirado das mãos da tutora; cão foi dado para a namorada de um dos suspeitos.

A Polícia Civil encontrou nesta terça-feira (27) os suspeitos de sequestrar a cadela Amora, cão da raça Shih Tzu. Ela foi roubada das mãos de sua dona em junho do ano passado.

A cadela estava em posse da namorada de um dos suspeitos do roubo. Ela foi encontrada pela polícia e devolvida à família em setembro. Os suspeitos, no entanto, não foram localizados à época.

O caso aconteceu no bairro de Sacomã, zona sul de São Paulo. Na época, Rubens Geraldo Bissoli foi abordado por dois suspeitos enquanto carregava o carro para viajar, em frente a sua casa. A neta dele estava com Amora em mãos.

Os dois ameaçaram Bissoli com uma arma e anunciaram o roubo. Os suspeitos levaram o veículo de Bissoli, pertences pessoais e Amora, a cadelinha.

Nesta terça, os homens foram localizados e presos preventivamente pelos investigadores de polícia da EPJ 1 (Equipe de Polícia Judiciária).

Já houve reconhecimento pessoal positivo dos suspeitos. O caso está registrado na 26º DP (Sacomã).

Por Ugo Sartori (estagiário do R7, com supervisão de Ingrid Alfaya)

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.