SP: Abandonar bicho em Ribeirão Preto dá multa de R$ 1.062

SP: Abandonar bicho em Ribeirão Preto dá multa de R$ 1.062

Coordenadoria de Bem-Estar Animal considera que foco é conscientizar e educar a população sobre abandono de cães e gatos.

Por Lucas Catanho

Prestes a ser regulamentada em Ribeirão, a lei municipal que prevê multa de R$ 1 mil para quem abandonar animais domésticos em áreas públicas ou particulares é alvo de críticas de ONGs de proteção animal e da população.

SP RibeiraoPreto abandono animais multa1

A vice-presidente da ONG Murilo Pretinho, voluntária Flávia Frederico, considera inútil a legislação municipal, pois já existe uma lei federal de 1998 que tornou crime o abandono de animais. “Que se faça cumprir a lei federal. Temos muitos locais de abandono em Ribeirão e os que abandonam devem começar a ser tratados como criminosos. A lei federal que já existe é soberana”.

A coordenadora de Bem-Estar Animal, Stefânia Dallas, sustenta que a nova lei vem pra somar. “A população vai sentir no bolso e isso deverá conscientizar”.

Flávia defende que a estrutura já existente funcione melhor. “As castrações promovidas pela prefeitura são insuficientes para dar conta da demanda. O Castramóvel [veículo itinerante que promoverá castrações em diversos pontos da cidade] até agora não começou a funcionar”.

A aposentada Sonia Savastano, 75, considera que a lei só será eficaz se houver fiscalização. “As coisas só funcionam na pressão”.

Há oito anos, ela alimenta voluntariamente os gatos abandonados na região do Morro do São Bento no período da manhã, de domingo a domingo. Por mês, gasta R$ 500 com mais de cem quilos de ração. Só ontem, havia mais de 20 animais.

“Há seis meses flagrei um casal em uma moto abandonando três gatos filhotes com a mãe”. Sonia tentou convencê-los a levar os animais à Coordenadoria de Bem-Estar Animal, sem sucesso. “Eles disseram que era muito longe e desovaram os animais no Morro do São Bento”.

Cemitério

Outro ponto de abandono de animais é o Cemitério da Saudade. Ontem, em 20 minutos que a reportagem esteve no local, sete gatos errantes foram flagrados.

“É uma judiação, jogam gatos aqui dentro. A última vez que vi faz um mês, quando jogaram um saco preto por cima do muro de dia”, diz a limpadora de túmulos Vera Ferreira, 53.

Sobre a lei municipal, Vera está descrente. “É muito difícil flagrar. Muita gente abandona os animais à noite e não dá para ficar vigiando”.

Prefeitura faz quase 10 mil castrações

Stefânia contabiliza que a prefeitura castrou 9.893 animais desde 2011. Desse total, 6.756 foram feitas pela Divisão de Controle de Zoonoses, outras 2.887 em parceria com ONGs e universidades e 250 em mutirões de remoções de favelas.

“Por mês, realizamos três eventos de adoção, um na Coordenadoria de Bem-Estar Animal, outro na Praça XV de Novembro e outro em parceria com a ONG Cão Paixão”.

Sobre o Castramóvel, a coordenadora destaca que a prefeitura aguarda desde junho a licença emitida pelo Conselho Regional de Medicina. O licenciamento pode demorar até 180 dias, ou seja, até dezembro.

“O Castramóvel começará as atividades nas regiões com mais animais, zonas Norte e Oeste. A castração evita crias indesejadas, doenças entre os animais e reduz risco de atropelamento”.

A respeito da nova lei, a coordenadora acrescenta que só falta definir como será feita a fiscalização. “Haverá um canal de contato em que a população poderá denunciar”.

SP RibeiraoPreto abandono animais multa2

Fonte: A Cidade

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.