SP: Moradores de 2 cidades denunciam casos de cães mortos envenenados

SP: Moradores de 2 cidades denunciam casos de cães mortos envenenados

Situação preocupa quem vive em Caconde e Vargem Grande do Sul (SP). Tutores de gatos também relatam que os animais foram sacrificados.

Casos de morte de animais de estimação têm preocupado moradores de Caconde de Vargem Grande do Sul (SP), que suspeitam de envenenamento. Fotos de vários cães e gatos mortos foram enviadas para a EPTV.

A estudante Elisabeth Ferreira Gabriel tinha um gato que morava com ela há 10 anos em Vargem Grande do Sul. Na semana passada, o animal apresentou sintomas de envenenamento e acabou morrendo. “Ele [o veterinário] suspeita que tenha sido chumbinho, pelo vômito escuro, e porque ele estava com muita dor, miou muito”, relatou a jovem.

SP Caconde VargemGrandeDoSul caes envenenados2

Moradora no bairro Santo Expedito, a auxiliar administrativo Adriana Faense contou que vários cães foram mortos nas últimas semanas. “As pessoas não gostam e envenenam. Por exemplo, alguém passa com moto e o cachorro corre atrás. A pessoa fala: vou dar um jeito nisso. Dois, três dias depois o animal aparece morto”, disse.

Casos semelhantes

Em Caconde, os tutores de cães e gatos enfrentam o mesmo problema. No bairro Cristo Redentor, são vários relatos de tutores que tiveram os animais envenenados. A dona de casa Amanda Marçal perdeu dois gatos e um cachorro.

“A minha gata desapareceu no dia 20 de março. Procuramos e não achamos. À noite sentimos um fedor, subimos em cima da casa e a gata estava morta. Passaram 15 dias apareceu e meu gato apareceu com a barriga aberta. Liguei para o veterinário, teve que ser sacrificado. O cão deram veneno e no outro dia não aguentava mais andar”, contou Amanda.

Em quatro meses, dois gatos e dois cachorros de dona de casa Lúcia de Sousa Silva também foram envenenados. “A cachorrinha estava em casa. Eu saí, quando cheguei ela tinha morrido. Depois, um cachorro ficou doente envenenado e morreu. Os gatinhos também”, disse.

SP Caconde VargemGrandeDoSul caes envenenados3

Serviço de denúncia

A dona de casa Silvia Helena de Souza cria em casa animais que foram abandonados. Depois de ter dois cães e um gato mortos por envenenamento, ela teme pelos que ficaram. Dois ainda são filhotes. “É muita judiação, mas a gente não sabe quem é. Não podemos afirmar nada”.

As prefeituras de Caconde e de Vargem Grande do Sul informaram que não têm serviço de denúncia e pede pros tutores dos animais procurarem a polícia para registrar ocorrência e investigar os casos.

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.