Também foram recolhidas nove tartarugas e um lobo marinho. Desde o início do ano, são 467 pinguins mortos em SC

Subiu pra 127 o número de pinguins mortos na região de Itajaí, SC

O número de pinguins mortos e recolhidos nas praias da região foi ainda maior do que os cerca de 70 inicialmente divulgados pelo projeto de Monitoramento das Praias, da Univali. Levantamento final dos animais encontrados pelo projeto dá conta de que o número de aves chegou a 127 nos últimos dias. Todas a espécie pinguim-de-magalhões, da Patagônia.

Um pinguim chegou a ser encontrado com vida e levado para a Univali, em Penha. Mas não resistiu e acabou morrendo.

Até ontem, os técnicos do projeto ainda trabalhavam na necrópsia dos animais, para tentar entender a causa da morte. “Boa parte dos pinguins que já passaram pela necropsia, apresentaram um grau alto de parasitas no estômago e no intestino, não foi encontrado vestígios de alimento no intestino. Fato que indica desnutrição e fraqueza para enfrentar as condições climáticas dos últimos dias”, explica Jeferson Dick, coordenador do projeto.

Outros 344 pinguins já haviam sido encontrados mortos nas praias entre Barra Velha e Governador Celso Ramos desde o início do ano. Essa é a maior mortandade de pinguins na região que se tem registro.

Mais vítimas

Também foram recolhidos na quinta-feira nove tartarugas, de duas espécies diferentes, e um lobo-marinho. Destes animais, ainda não se sabe a causa da morte.

Fonte: Diarinho

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.