Guardiões do Litoral/Divulgação

Sujo de óleo, filhote de tartaruga é encontrado morto em Lauro de Freitas, BA

Um filhote de tartaruga foi encontrado morto na manhã deste sábado (19), em Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O animal estava completamente coberto pelo óleo que tem poluído as praias da região Nordeste.

A tartaruga, encontrada por voluntários por volta das 5h30, estava na região da Barraca Buraco Da Velha, na Rua Praia de Grumari. De acordo com o último levantamento divulgado pela Limpurb, pelo menos 81 toneladas do material tóxico já haviam sido recolhidas na capital baiana desde o primeiro aparecimento de manchas, no dia 10 de outubro.

Como ainda não foi recolhido, o animal não está, por enquanto, na lista de óbitos na fauna marinha do Projeto Tamar. Segundo levantamento feito pelos pesquisadores, desde que o óleo chegou à Bahia foram registrados outros 10 bebês de tartarugas mortos e dois resgatados com vida em áreas monitoradas. Além disso, foram registrados os encalhes de duas tartarugas-oliva (Lepidochelys olivacea), uma sub-adulta e outra adulta, e uma de tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) juvenil.

“É importante ressaltar que, embora as tartarugas tenham interagido com o óleo, não é possível afirmar que esta foi a causa do óbito destes indivíduos”, disse o Tamar por meio de nota.

Já o Ibama registrou duas tartarugas mortas, sendo uma em Salvador, na Praia da Pituba, e outra em Jandaíra, além de outras duas resgatadas com vida, sendo uma em Jandaíra e outro no Conde. O órgão federal também registrou uma ave resgatada com vida em Maraú.

Em toda a região Nordeste, o Ibama contabiliza 29 animais afetados. Destes, são duas aves mortas e uma viva, 11 tartarugas marinhas vivas e 15 mortas, além de 486 Filhotes de tartarugas marinhas capturadas preventivamente.

Mutirões

Para tentar ajudar na coleta deste material, um grupo de voluntários realiza mutirões neste sábado, a partir das 9h. Para participar, basta chegar ao local, mas é importante utilizar equipamentos de proteção, como sapatos fechados e luvas de PVC.

Em Salvador e RMS, as ações acontecerão em pontos estratégicos – ou seja, nos locais que foram mais afetados. Neste sábado, a limpeza será feita na Praia da Pituba (perto da colônia de pescadores); na Pedra do Sal (Rua das 7 Casas, final da rua); em Ipitanga (em frente ao Centro Panamericano de Judô); e Corsário (estacionamento em frente ao Parque de Pituaçu).

Fonte: Correio 24 Horas

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.