Supermercado é acusado de dopar e matar animais de rua na Bahia; empresa nega

Supermercado é acusado de dopar e matar animais de rua na Bahia; empresa nega

O Hiper Bompreço da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, está sendo acusado de matar animais de rua que costumam ficar dentro do estabelecimento. Segundo denúncia enviada ao Varela Notícias, o leitor, que preferiu não se identificar, afirma que os animais estariam sendo dopados com remédios colocados em água e depois levados para um lugar desconhecido, onde supostamente seriam mortos.

Um músico que teria presenciado a ação, que era supostamente comandada por funcionários de uma empresa terceirizada, questionou para onde os animais estariam sendo levados. Em resposta, os homens teriam dito que os cachorros estavam sendo transportados para uma Organização Não Governamental (ONG), em Salvador. Ainda conforme os funcionários, os animais não poderiam continuar no local, pois estavam atacando os consumidores.

A suposta ONG citada pelo grupo é a Associação Brasileira Protetora dos Animais (ABPA), seção Bahia, que tutela o abrigo São Francisco de Assis, na capital baiana. Conforme a organização, nenhum animal vindo de Vitória da Conquista foi acolhido no local. A ONG ainda afirmou que não abriga animais vindos de empresas, ou de outras entidades.

“Estaremos tomando as medidas judiciais cabíveis e aguardaremos que o Hiper Bompreço retrata-se perante a ABPA-BA, informando à população onde estão os animais. Todos estão querendo saber a verdade e não deixaremos que o ocorrido passe despercebido”, afirma.

Procurado pelo VN, o mercado negou que os animais tenham sido maltratados. Segundo a assessoria do Hiper Bompreço, a empresa contratada para transportar os cachorros para uma entidade de proteção animal não agiu de forma idônea, pois não seguiu os procedimentos e políticas previamente estabelecidas em contrato.

“Desta forma, a companhia ressalta que o contrato foi prontamente cancelado e que todas as providências cabíveis estão sendo tomadas com relação ao tema. A empresa esclarece, ainda, que nenhum cachorro foi capturado e que já está em contato com as ONGs citadas anteriormente para esclarecimento da situação. A companhia está à disposição para colaborar com os grupos de prevenção e órgãos competentes da cidade em ações ligadas à Proteção Animal em Vitória da Conquista”, finaliza.

O supermercado ainda enviou fotos dos animais no estacionamento do Hiper Bompreço e fora dele. Conforme a assessoria, as imagens foram feitas nesta quinta-feira (17).

(Foto: divulgação/Hiper Bompreço)

Por Paloma Teixeira 

Fonte: Varela Notícias 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.