Suspeito de abusar de cão alimentava animais do bairro duas vezes na semana

Suspeito de abusar de cão alimentava animais do bairro duas vezes na semana
Cão foi encaminhado ao CCZ para realização de exame de corpo de delito (Foto: Divulgação/PMCG)

Investigações da Polícia Civil apontam que o suspeito de abusar sexualmente de cão em rua do Bairro Rita Vieira, em Campo Grande (MS), já frequentava a região há cerca de dois anos. Neste período, ele foi visto por moradores alimentando animais nos arredores do local onde, na semana passada, vídeo foi gravado após o idoso ser flagrado em atitude suspeita.

De acordo com o delegado titular da Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista), o homem era visto mais de uma vez na semana, em ruas do bairro.

“Foi identificado que ele frequenta a região há dois anos, de duas a três vezes por semana. Nessas visitas, ele levava ração para os cães, reunia os bichos para dar comida e, dessa forma, poder se aproximar deles”, explica Maércio Alves Barbosa, responsável pelo caso. “Por isso os cães ficavam quietinhos perto dele”, ressalta.

Ainda conforme o delegado, as características do local escolhido pelo suspeito contribuem para práticas ilícitas. “A região do Rita Vieira é pouco povoada, tem muitos terrenos e chácaras urbanas, imóveis em construção, então, cães são acostumados a percorrer a região e depois voltar para casa. Ele [o suspeito], se aproveitou disso”, complementa Maércio.

Além do cão que aparece no vídeo gravado e enviado ao Campo Grande News, um segundo cachorro foi encaminhado ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), onde ambos passaram por exames de corpo de delito.

Conforme a autoridade policial, o vídeo que denuncia o estupro de um cachorro também foi enviado para perícia. “O vídeo existe, mas tem que ter um laudo”, conclui

O homem que aparece nas imagens ainda não foi encontrado. Equipes policiais estiveram na casa dele, mas o suspeito não estava.

Veja vídeo que mostra flagra gravado por comerciante do Bairro Rita Vieira:

 

Por Liniker Ribeiro

Fonte: Campo Grande News

Idoso é flagrado estuprando cachorro em Campo Grande, MS

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.