Suspeito de abusar e torturar animais até a morte é preso na zona sul de BH

Suspeito de abusar e torturar animais até a morte é preso na zona sul de BH
Polícia Civil solicitou mandado de prisão, perda e proibição da guarda de animais no presente e no futuro (Divulgação / PCMG)

Um homem de 43 anos foi preso pela Polícia Civil de Minas (PCMG) no bairro Santo Antônio, região sul de Belo Horizonte (MG), suspeito de abusar e torturar animais até a morte.

As investigações tiveram início quando duas moradoras da região registraram a ocorrência no Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), informando que um morador em situação de rua estaria abusando sexualmente e torturando animais no bairro e imediações, resultando na morte e/ou sumiço dos animais.

As solicitantes levaram ao conhecimento da polícia, ainda, alguns documentos: fotografias do investigado com diversos animais, além de imagens de seu local de moradia; laudo de necropsia indicando morte intencional de duas cadelas por instrumento cortante, além de achados indicativos de violência sexual como quadro de vaginite encontrado em uma cadela que poderia ter sido causado por abusos sexuais frequentes.

Prisão

Após apurar as condutas do suspeito e obter a confirmação dos fatos denunciados, além da qualificação e identificação do homem, a Polícia Civil representou ao Judiciário, solicitando mandado de prisão, perda e proibição da guarda de animais no presente e no futuro. A solicitação foi deferida, e o investigado, detido e encaminhado ao sistema prisional.

Fonte: Hoje em Dia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.