Suspeito de liderar roubo de 47 cães de canil municipal é preso no RS

Suspeito de liderar roubo de 47 cães de canil municipal é preso no RS
Homem é proprietário de canil privado que havia sido fechado pela Justiça. Animais eram dele, mas foram recolhidos após denúncias de maus-tratos. 

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu na manhã quarta-feira (9) o suspeito de coordenar a ação que culminou no roubo de 47 cães do Canil Municipal de Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo o delegado Eibert Moreira, o homem de 57 anos é proprietário um canil particular da mesma cidade, que estava temporariamente fechado pela Justiça. Os animais roubados eram tutelados por ele, porém haviam sido recolhidos temporariamente devido a denúncias de maus-tratos.

“No mês passado, o Canil Municipal de Gravataí recebeu denúncia com relação a maus-tratos e, através do Ministério Público, foram fazer uma verificação no canil particular. Não foram recebidos pelos donos e o MP, através do Poder Judiciário, conseguiu um mandado de busca e apreensão, e os animais foram apreendidos e recolhidos”, explicou o delegado.

O homem foi encontrado em sua residência, mesmo local onde funcionava o canil, em Gravataí. Já na residência de familiares do suspeito, em Porto Alegre, foram encontrados sete cães roubados, da raça maltês. A polícia tenta apurar onde estão outros suspeitos de participar da ação e os demais animais roubados.

O crime ocorreu na madrugada de domingo (6). De acordo com relato da coordenação do canil, por volta da 1h homens armados invadiram o local, roubaram alguns cães e soltaram os demais no pátio.

Segundo a Polícia Civil, a ação envolveu cerca de 10 pessoas. O grupo estava armado e invadiu o canil vestindo roupas da Polícia Federal. Eles teriam até “dado voz de prisão” antes de agredir os dois vigilantes que cuidavam do local. Além de levar 47 cachorros de raças como yorkshire, chihuahua, pug e spitz alemão, os outros quase 500 cães que estavam no local foram soltos no pátio.

A coordenadora do Canil Municipal, Luana Duarte Trindade, revela que os animais roubados haviam chegado ao canil há pouco tempo. “Eram mais de 100 que foram apreendidos de um canil clandestino. Foi um filme de terror. Soltaram todos os cães e machucaram bastante nossos funcionários”, lamentou Luana.

 

Fonte: G1

Nota do Olhar Animal: A preferência das pessoas por “raças” de cães e gatos é responsável por vários tipos de violências contra os animais, que vão desde a perpetuação de doenças genéticas, que causam extremo sofrimento, até os maus-tratos comumente infligidos àqueles escolhidos para serem matrizes de reprodução. Enquanto esta preferência prevalecer, estes animais continuarão sendo tratados como objetos com valor comercial, nada mais.

 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.