Suspeitos de matar animais são presos com veneno e arma de fogo em Teresina, PI

Suspeitos de matar animais são presos com veneno e arma de fogo em Teresina, PI
Veneno raticida utilizado para matar cachorro, segundo a polícia — Foto: Divulgação /PC-PI

Duas pessoas foram presas nesta terça-feira (29) em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e de veneno raticida. As prisões aconteceram durante uma operação da Delegacia do Meio Ambiente, que investiga a arma e o veneno teriam sido utilizados para matar animais de estimação em Teresina.

Segundo a delegada Edenilza Viana, um dos investigados teria utilizado uma espingarda de ar comprimido para matar um gato de estimação de um vizinho. Os policiais encontraram quatro armas de cano longo na casa do suspeito, que foi preso pela posse ilegal do armamento.

“A arma foi levada para a perícia criminal, sendo periciada para micro comparação com o projétil encontrado no corpo do animal. Além da posse ilegal de arma de fogo, ele ainda vai responder pelo zoocídio”, explicou a delegada.

Armas apreendidas durante a operação em Teresina. — Foto: Divulgação /PC-PI

O segundo preso é suspeito de usar veneno raticida para matar o cachorro de uma vizinha. Na casa dele, os policiais encontraram o veneno, cuja posse é proibida, e um revólver. Segundo a delegada, além de matar o animal da vizinha, o homem teria ainda usado o revólver para ameaça-la, para não ser denunciado. “Ele foi preso pela posse da arma de fogo e do veneno”, disse a delegada.

Além destes casos, a operação fez buscas em três endereços por denúncias de perturbação sonora. “Apreendemos aparelhos de som e instrumentos. Eram procedimentos que já tinham sido instaurados, mas como houve reincidência, o juiz determinou a apreensão”.

Por Andrê Nascimento

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.