Imagem: Cortesia

Suspeitos de tráfico de aves são presos e multados no interior de AL

Três pessoas foram presas suspeitas de praticar tráfico de animais nos municípios de Murici, Messias e Flexeiras, interior de Alagoas. A fiscalização foi feita neste sábado (25) e aplicou uma multa de R$ 127 mil.

Segundo informações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) Costa dos Corais, que coordenou a ação, os traficantes transportavam 79 aves silvestres, capturadas em Colônia Leopoldina. A identidade dos suspeitos não foi divulgada.

Dois suspeitos foram detidos transportando 32 animais em uma motocicleta, pela BR-101. Na operação, um total de 99 pássaros foi resgatado, entre eles, a rara espécie Saíra de Sete Cores, ameaçada de extinção.

Ainda durante a ação, um homem foi preso suspeito de caçar animais de pequeno porte, como tatu, quati e paca. Em uma residência foram encontrados carcaças de tamanduá mirim, iguana e cutia. Também foram apreendidas nove armadilhas do tipo tatuzeira.

Além da prisão em flagrante e da multa, os suspeitos responderão processos administrativo e penal dos crimes cometidos. Um restaurante, que comprava a carne do caçador preso, também foi autuado.

Além do ICMBio, a ação contou com a participação do Batalhão Policial Ambiental (BPA) e do Instituto do Meio Ambiente (IMA).

Fonte: Alagoas Alerta

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.