Tabatinga (AM) reformula plano de captura de cães de rua

Tabatinga (AM) reformula plano de captura de cães de rua

 A construção de um canil para abrigar os animais está prevista na ação.

AM tabatinga capturadecaes

Em Tabatinga (AM), a captura de cães de rua estava sendo feita em uma carrocinha e eram levados para abatimento nas próprias zoonoses. Agora, um novo plano de ação prevê a construção de um canil, com o local ainda a ser definido, onde os animais vão ficar por um período de observação até que seus tutores os procurem. Mas para ter de volta o bicho de estimação será preciso assinar um termo de responsabilidade.

De acordo com coordenador de Vigilância em Saúde da cidade, Cisolmar Viana, a iniciativa de reformular o plano de ações para captura dos animais que vivem na rua surgiu porque em 2014, o órgão registrou aumento de casos de atendimento antirrábico humano, que passaram de 117 em 2013 para 187 no ano passado. O coordenador também cita a ocorrência de acidentes de trânsito causados por cães nas ruas da cidade.

A Vigilância em Saúde, Sanitária e Gerência de Zoonoses de Tabatinga, são os órgãos responsáveis pela aplicação do plano.

Viana esclarece que os cães só são sacrificados quando estão em estado terminal, ou seja, transmitindo doenças como a raiva.

Barroso Nogueira diz que concorda com a captura de cães porque pode evitar acidentes.

Ainda de acordo com Cisolmar Viana, o novo plano também prever o cumprimento da Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, que trata da proibição e permanência de animais em locais públicos, como avenidas e hospitais.

Fonte: EBC Rádios

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.