Tamanduá gravemente ferido é resgatado pela Defesa Civil de Taquarituba, SP

Tamanduá gravemente ferido é resgatado pela Defesa Civil de Taquarituba, SP
O animal estava visivelmente debilitado e assustado. (Foto: Divulgação/Defesa Civil de Taquarituba)

Na última segunda-feira (15), a Defesa Civil de Taquarituba foi acionada para atender a uma ocorrência preocupante: um tamanduá-bandeira ferido gravemente. A situação é ainda mais preocupante porque tudo indica que o animal foi vítima de um atropelamento e cruelmente abandonado no aterro sanitário.

O chamado de socorro partiu de um trabalhador que presenciou a situação angustiante do tamanduá. Rapidamente, a equipe da Defesa Civil se mobilizou para resgatar o animal e prestar os cuidados necessários.

O tamanduá, visivelmente debilitado e assustado, foi prontamente socorrido e transportado pela equipe de resgate até o Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres (CEMPAS) da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Botucatu. O CEMPAS é referência em atendimento a animais silvestres na região, oferecendo cuidados especializados e tratamento adequado para a recuperação de espécies ameaçadas.

A Defesa Civil de Taquarituba enfatizou a necessidade de denúncia de casos semelhantes e a importância de preservar a fauna local. “O tamanduá-bandeira é uma espécie ameaçada e desempenha um papel fundamental no equilíbrio do ecossistema. É crucial que a população esteja atenta e reporte situações de animais em perigo. A colaboração de todos é essencial para a proteção da vida selvagem”, destacou o agente da Defesa Civil, Leonardo Matheus.

Resgate do tamanduá em Taquarituba. (Foto: Divulgação/Defesa Civil de Taquarituba)
Resgate do tamanduá em Taquarituba. (Foto: Divulgação/Defesa Civil de Taquarituba)

O órgão ressaltou que a situação do tamanduá resgatado destaca a importância da conscientização sobre a convivência harmoniosa entre a fauna selvagem e as atividades humanas. “Atropelamentos e abandono de animais silvestres são ameaças crescentes para a biodiversidade e exigem uma abordagem responsável por parte da comunidade”, disse.

Apesar da gravidade dos ferimentos, a Defesa Civil taquaritubense informou que o tamanduá-bandeira resgatado está atualmente em fase de recuperação, e sua evolução será monitorada de perto pelos profissionais do CEMPAS.

O mamífero foi levado ao CEMPAS, em Botucatu. (Foto: Divulgação/Defesa Civil de Taquarituba)
O mamífero foi levado ao CEMPAS, em Botucatu. (Foto: Divulgação/Defesa Civil de Taquarituba)

Fonte: Portal 014

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.