Tamanduá-mirim é resgatado e devolvido à natureza após tratamento, em TO

Tamanduá-mirim é resgatado e devolvido à natureza após tratamento, em TO
Tamanduá-mirim foi devolvido a natureza após tratamento (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Uma tamanduá-mirim foi resgata e devolvida a natureza após receber tratamento. O animal foi encontrado em Formoso do Araguaína e solto em Gurupi, no sul do Tocantins, na manhã desta terça-feira (25).

O bicho ficou uma semana sobre os cuidados do veterinário, Jairo Piovesan. “É um animal que chegou bastante letárgico, desidratado, como uma suspeita de que pudesse ter sido atingido por um animal peçonhento, talvez cobra. Ela foi submetida a um tratamento de reidratação, de nutrição e teve uma boa recuperação”, afirma.

Só este ano, 147 animais foram resgatados na região sul do Tocantins. Destes, 62 foram devolvidos a natureza.

Em muitos casos os bichos são atropelados, perdem a vida tentando fugir das queimadas, por exemplo.

O coordenador do Instituto Natural do Tocantins (Naturatins) de Gurupi, Antônio Carlos Pakalolo, mostrou que a tamanduá tem queimaduras nas patas e no rabo e provavelmente também já escapou de algum incêndio florestal.

“Infelizmente o ser humano acaba expulsando os animais do seu habitat que é natureza, por queimadas, falta de água e faz com que os animais saiam da mata e venham para perto da população. O bicho teve a infelicidade de ser pego por um animal peçonhento, mas nós conseguimos recuperar, está saindo e agora vai voltar para a natureza.”

O local escolhido para devolvê-la a natureza fica bem distante da área urbana de Gurupi, tem água a vontade para os primeiros dias de readaptação. O animal que foi deixado em uma sombra.

Tamanduá foi resgatado com queimaduras nas patas e no rabo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Tamanduá foi resgatado com queimaduras nas patas e no rabo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.