BA itambe cavalo FHJOYUw

Tarde demais: Prefeitura de Itambé (BA) tenta resgatar cavalo, mas animal havia morrido

Denúncias indicam que local é usado para descarte de animais doentes e comercialização clandestina de carne de cavalo. PMI prometeu acionar a Polícia Civil, Militar, Adab e Ministério Público para investigarem a situação.

A publicação de um vídeo , mostrando a cena chocante de um cavalo doente, abandonado para a morte em uma estrada vicinal na zona rural de Itambé causou revolta e reação em diversos órgãos de defesa de animais no país.

A cena é forte e mostra o cavalo começando a ser devorado vivo por uma ave carnívora enquanto que dezenas de urubus aguardam o último suspiro do animal.

BA itambe cavalo G4DcDW5

Durante todo o dia de ontem (10), a prefeitura recebeu dezenas de ligações oriundas do Brasil e até do Exterior exigindo providências no sentido de sacrificar o animal e acabar com o seu sofrimento. A convite do Secretário de Administração da Prefeitura Gerdal Santos, ainda na tarde desta terça-feira, logo após as ligações, a reportagem seguiu com o mesmo para o local, para acompanhar a real situação do animal naquele momento. Assista ao vídeo que chocou os internautas:

O animal já estava morto, e, a julgar pela condição do corpo, o cavalo pode ter morrido no mesmo dia da filmagem, na segunda-feira (09). O que chamou a atenção do secretário foi o fato de no mesmo local, poucos metros à frente, haver mais duas carcaças de cavalos na estrada. Os corpos dos animais não apresentavam sinais que pudesse indicar possível extermínio. De acordo com informações, naquela região funciona um suposto comércio de cavalos, destinados para abate na região da cidade de Inhobim. O Secretário demonstrando preocupação com esse fato informou que irá acionar a Polícia Civil, Militar, ADAB e Ministério Publico para investigar o caso.

BA itambe cavalo Y19PEt2

Fonte: Blog do Marcelo

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.