Tartaruga-verde resgatada com anzol preso no esôfago é solta na Praia de Itaipu, em Niterói (RJ), após reabilitação

Tartaruga-verde resgatada com anzol preso no esôfago é solta na Praia de Itaipu, em Niterói (RJ), após reabilitação

A equipe do projeto de monitoramento de praias da Bacia de Santos, em parceria com o Projeto Aruanã, soltou uma tartaruga-verde, nesta segunda-feira (2), na Praia de Itaipu, Região Oceânica de Niterói.

Vídeo: Tartaruga-verde resgatada com anzol no esôfago volta para a natureza.

A tartaruga-verde foi resgatada com um anzol preso no esôfago e uma linha saindo pela boca. O anzol foi removido por meio de endoscopia. Após o procedimento, o animal passou 30 dias em reabilitação.

Durante esse período, o animal eliminou uma grande quantidade de fragmentos plásticos.

“O acúmulo de resíduos não biodegradáveis é enorme. Os animais acabam consumindo o plástico junto com o alimento, o que causa obstrução no trato gastro-intestinal”, explicou a veterinária Daphne Wrobel.

Por Fernanda Rouvenat

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.