Tartarugas-marinhas aparecem mortas enroladas em rede de pesca em SC

Tartarugas-marinhas aparecem mortas enroladas em rede de pesca em SC
Animais estavam em avançado estado de decomposição.

Cinco tartarugas-marinhas foram achadas mortas, enroladas em uma rede de pesca na areia da Praia do Sol, em Laguna, no Sul catarinense, na manhã de segunda-feira (1º). Conhecidas como tartarugas-verdes, da espécie Chelonia Mydas, os animais estão ameaçados de extinção.

Os técnicos do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) atestaram que os animais estavam em estado avançado de decomposição.

Conforme o PMP, que é coordenado em Laguna pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) não existe regulamentação para identificar a rede em que as tartarugas estavam, a quem pertence, é um caminho para o futuro.

Animais foram achados em Laguna. (Fotos: PMP/Divulgação)

Devido à degradação dos corpos dos animais não foi possível também coletar amostras para necropsia. Este é o segundo caso de emalhe de tartaruga em rede de pesca, informou o projeto.

O primeiro ocorreu em julho no Porto de Imbituba. Na ocasião, seis tartarugas foram resgatadas vivas.

A orientação é de que, no caso de encontrar um animal marinho vivo ou morto, os técnicos do projeto sejam acionados pelo 0800 642 3341.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.