Tartarugas-marinhas são resgatadas em comunidade de Curuçá, no PA

Tartarugas-marinhas são resgatadas em comunidade de Curuçá, no PA
Duas tartarugas marinhas foram resgatadas neste domingo (31), no nordeste do Pará. — Foto: Divulgação / UFPA

Duas tartarugas-marinhas foram resgatadas neste domingo (31), em uma comunidade do município de Curuçá, nordeste do Pará. Os animais foram avaliados por voluntários do Projeto Suruanã e ficarão em observação por 48h antes de serem devolvidos ao mar até que tenham normalizadas as alterações na respiração.

Os animais, da espécie Chelonia mydas conhecidos como tartarugas verde, foram encontradas por um pescador. Ele percebeu que elas estavam presas no curral de pesca e chamou os voluntários do projeto para ajudar no resgate.

“Provavelmente, elas estão apenas cansadas pelo esforço de tentar sair do curral, mas vamos avaliá-las”, acredita Josie Barbosa, pesquisadora da UFPA.

Parceria

Os pescadores das comunidades da região são parceiros do projeto e sempre chamam os voluntários quando encontram animais presos.

Os voluntários são os alunos do curso Técnico em Meio Ambiente da Escola de Ensino Técnico do Estado do Pará (EETEPA) de Curuçá que, junto com os pesquisadores da UFPA desenvolvem ações de conscientização ambiental e participam do resgate dos quelônios.

A previsão dos biólogos é que os animais sejam devolvidos à natureza na próxima terça-feira (2), após serem reavaliados e receberem anilhas, que são marcadores que ajudam a individualizar e identificar os animais, caso sejam, novamente, encontrados por pesquisadores de qualquer lugar.

Fonte: G1

Os peixes: uma sensibilidade fora do alcance do pescador

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.