Templo na índia adota elefante robótico para reduzir crueldade com animais

Templo na índia adota elefante robótico para reduzir crueldade com animais
Fotografia do robô elefante no templo - Divulgação/ PETA.

O Templo Irinjadappilly Sree Krishna, que fica localizado em Kerala, estado no sul da Índia, sendo destinado à prática do hinduísmo, adotou recentemente um elefante-robô para fazer parte de seus rituais sagrados.

O autômato foi doado ao local religioso pela PETA, uma organização não-governamental de atuação mundial que luta pelos direitos dos animais, conforme informado pela CNN.

Em território indiano, existem inúmeros elefantes sendo mantidos em cativeiro de forma ilegal, com esses grandes mamíferos sendo frequentemente submetidos a maus-tratos na forma de agressões com chicotes de ponta de metal e castigos no qual são deixados sem comida e água por longos períodos.

Essas condições abusivas levam os animais a ficarem estressados, o que coloca não apenas sua saúde em risco, mas também de outros humanos que estejam nas proximidades, já que eles podem se tornar violentos ao tentarem escapar da situação.

Mudança de práticas

A troca por um elefante robótico, assim, garante que as cerimônias religiosas nas quais esses mamíferos são considerados importantes sejam realizadas sem o abuso de nenhum animal.

Em um discurso repercutido também pela CNN, Rajkumar Namboothiri, o sacerdote que administra o Templo Irinjadappilly Sree Krishna, se mostrou satisfeito com a mudança:

Estamos extremamente felizes e gratos por receber este elefante mecânico que nos ajudará a conduzir nossos rituais e festivais de maneira livre de crueldade, e esperamos que outros templos também pensem em substituir elefantes vivos para os rituais”, concluiu ele.

Fonte: Aventuras na História