Tailandia nega soltar tigres H

Templo tailandês se nega a soltar tigres… de novo

Por Amanda Lindner / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Tailandia nega soltar tigres

O último esforço das autoridades da vida selvagem da Tailândia para remover os tigres do “Tiger Temple”, uma armadilha turística que se tornou famosa pelo seu abuso e maltrato desses grandes felinos, foi impedido mais uma vez. Um dia depois dos oficiais de proteção da vida selvagem terem supostamente se deslocado para confiscar mais de 100 tigres do parque, a operação foi adiada, por negociação “pendente” com o influente abade do templo.

O templo vem sendo acusado há tempos por ativistas dos direitos dos animais de abusar dos tigres para ganho comercial e até mesmo de traficar alguns de seus animais. Nas suas três instalações, os parques permitem aos turistas ver, acariciar, abraçar e posar para fotos com os gatos selvagens. Os treinadores usam varas de bambus para bater nos tigres e fazê-los obedecer, o que ocorre durante as sessões de treinamento todas as manhãs antes dos turistas entrarem no parque. Uma investigação do Tiger Temple descobriu que os tigres eram frequentemente agredidos e privados de comida e água para reforçar a dominância dos treinadores.

O programa de reprodução em cativeiro do templo também foi acusado de violar o CITES, um tratado internacional sobre vida selvagem, que proíbe a reprodução comercial de animais selvagens protegidos como os tigres.

Nós devemos agir pelos tigres!

Promessas de remover os grandes felinos para santuários foram feitas e quebradas várias e várias vezes. Desta vez, um advogado do Tiger Temple disse que a instalação está disposta a se desfazer da maioria de seus tigres, mas não especificou quando isso irá acontecer. Ele também disse que o templo irá reter alguns dos animais selvagens e deu entrada no processo para solicitar autorização para construir um zoológico e manter os animais. É claro, a vida em um zoológico não é tampouco vida de forma alguma para um tigre.

Você pode ajudar os tigres boicotando esta armadilha turística e deixando uma avaliação em websites como Trip Advisor, para ajudar a informar os viajantes dos abusos que ocorrem nesse lugar. Compartilhe esta matéria para maximizar o impacto de informação e ajudar a garantir que o Tiger Temple não possa nunca mais abusar e maltratar estes lindos animais.

Já passou da hora dessa instalação fechar de uma vez por todas. Vamos ajudar a conseguir para estes tigres a liberdade que eles merecem.

Fonte: One Green Planet

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.