Terror no Grajaú, em SP: serial killer de animais volta a agir

Terror no Grajaú, em SP: serial killer de animais volta a agir

A situação de risco dos animais que vivem no Conjunto Habitacional Faria Lima, no bairro do Grajaú, zona Sul de São Paulo, voltou a se agravar nesta sexta-feira 13. No ano passado, o local já havia sido palco de um desfile de horrores com a mutilação e o assassinato de cães e gatos. Em junho de 2019, todas as manhãs de segunda-feira eram assustadoras, amanhecendo sempre com animais mortos e com sinais de tortura.

As protetoras da região já enviaram ofícios (BG – 127/2019) ao Prefeito Bruno Covas e ao Delegado Bruno Lima, que hoje exerce mandato como deputado estadual. Como o caso repercutiu na mídia, os assassinos haviam “dado um tempo” e parado com as matanças.

Nesta manhã (13/3), segundo relato da protetora Cláudia Chammas, a trégua acabou: “Amanhecemos com três cães mutilados e esfaqueados. Suas orelhas foram cortadas a sangue-frio. Um quarto cão tinha sido queimado vivo e jogado em uma caçamba. Felizmente, não morreram e agora estão internados no veterinário. Mas precisaremos de ajuda: a imprensa precisa divulgar o que está acontecendo novamente por aqui e a polícia precisa nos trazer segurança.”

A protetora também está apavorada com a conta no veterinário: “Temos crédito e preços especiais na clínica de um veterinário que sempre nos ajudou, mas mesmo assim estamos gastando mais do que podemos”, afirma. “Precisaremos de auxílio financeiro para pagar essa conta. Mas o nosso principal apelo neste momento é para que a imprensa e as autoridades não nos abandonem e lembrem-se de que os animais sofrem e precisam de proteção”, ressalta Cláudia.

O telefone da Cláudia Chammas, para quem quiser saber como ajudar, é 11 982 77 1558.

Por Sílvia Lakatos

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.