EUA arrepiante vacina H

Testes: A imagem arrepiante por trás de cada vacina que você já tomou

Por Sarah V Schweig / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Com cerca de 300 milhões de anos de idade, os caranguejos-ferradura são cerca de 200 milhões de anos mais velhos do que os dinossauros. Este animal quase místico já sobreviveu a eventos de extinção em massa que dizimaram zilhões de outras criaturas. As fêmeas podem botar 90.000 ovos, que alimentam incontáveis espécies de aves marinhas e reforçam ecossistemas inteiros. Somente 10 desses ovos sobrevivem.

E, se você mora nos EUA, o brilhante sangue azul destes animais vem sendo usado para testar cada vacina que você já tomou.

Meio milhão de caranguejos-ferradura é capturado e sangrado a cada ano em laboratórios ligados às companhias farmacêuticas. Os animais são amarrados enquanto seu sangue é extraído por 24 a 72 horas. Garrafas se enchem com o sangue deles, um maravilhoso tom de azul, que será usado para testar vacinas contra bactérias danosas.

EUA arrepiante vacina

Então, eles são soltos novamente no oceano. E, de acordo com as companhias farmacêuticas, o processo é quase igual à doação humana de sangue – mas entre 10 e 30 por cento desses animais acabam morrendo devido ao processo.

EUA arrepiante vacina2

E mesmo assim, alguns ainda podem se perguntar qual é o problema, além do fato de que o processo inteiro parece uma trama de um filme de ficção científica?

“O único problema é que as companhias precisam de um grande suprimento de sangue de caranguejos vivos”, um artigo de 2014 no The Atlantic observou. “Os caranguejos-ferradura vivem no chão do oceano, perto da costa. Quando eles querem acasalar, eles nadam para as águas bem rasas, e os coletores de caranguejos-ferradura percorrem por lá, tirando os caranguejos de seu habitat”.

O artigo também aponta que já houve observações de fêmeas de caranguejos-ferradura tornando-se menos propensas a produzirem descendentes após terem sangrado.

E isso poderia estar causando a diminuição nas populações. De acordo com a Lista Vermelha do IUCN, o caranguejo-ferradura já está classificado como uma espécie perto de ser ameaçada de extinção. E já foi observado um declínio na população de aves que se alimentam dos ovos desses caranguejos.

EUA arrepiante vacina3

Por que não existe nenhuma alternativa? Como acontece com qualquer questão que coloca os animais usados para a segurança biomédica contra a sobrevivência humana, os problemas se tornam mais e mais complicados. Mas a resposta mais curta é que uma variedade de alternativas está em desenvolvimento.

Entretanto, o perigo é que, assim que os caranguejos-ferradura se tornarem menos valiosos para as poderosas companhias, é possível que as pessoas se importem menos ainda com a queda de seus números, tornando a pesca excessiva e a destruição do habitat mais uma vez uma ameaça para a sobrevivência desses animais.

Assine a petição para ajudar a proteger os caranguejos-ferradura aqui.

Fonte: The Dodo 

Nota do Olhar Animal: Mais que os números, o risco de extinção, a função ecológica dos animais, é importante e merece repúdio o sofrimento imposto a cada um destes seres sencientes. Houvesse bilhões deles, isto continuaria sendo imoral tanto quanto seria extrair a força o sangue de humanos, mesmo que isto não lhe provocasse a morte, como ocorre no caso dos caranguejos-ferradura.

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.