Thiaguinho demite funcionário que jogou bomba em cachorra

Thiaguinho demite funcionário  que jogou bomba em cachorra

Funcionário garantiu ao músico que “não teve intenção de machucar”

Thiaguinho anunciou em seu Twitter neste domingo (1º), que demitiu o funcionário de sua equipe que jogou uma bomba em uma cachorra, na região de Campinas, em São Paulo.

O músico se apresentava na cidade neste sábado (30), quando o vice-presidente da ONG UPA (União Protetora dos Animais), César Rocha recebeu uma denúncia de maus-tratos animal.

Um funcionário de Thiaguinho jogou uma bomba em uma cachorra próximo ao Hotel Nacional Inn.

O animal de raça desconhecida era mascote dos taxistas do local, que alimentavam o bichinho.

A cachorra foi socorrida por César que abriu um boletim de ocorrência da 5º DP. Segundo o boletim, as características e tamanho da bomba são desconhecidos.

Testemunhas do local e funcionários de uma borracharia, que não quiseram se identificar, confirmaram a agressão.

Thiaguinho soube da notícia pela manhã e averiguou com sua equipe, que o fato realmente aconteceu.

O músico anunciou que demitiu o funcionário e que pode adotar o animal.

— Apesar de gostar muito desse funcionário, a atitude dele não me deu escolhas. Tive que demitir. Fiquei tão triste com o acontecido que quero adotar esse animal inocente… Caso ela já não tenha dono, e dar o suporte necessário.

O pagodeiro disse ainda que o funcionário garantiu que “não tinha intenção de machucar” a cachorra.
Em comunicado oficial, ele informou que a versão do agressor é de que ele teria comprado um artefato explosivo para as comemorações juninas.

Após ser jogada pela janela, a cachorra pegou a bomba, que explodiu em sua boca.

Ela teve quebra de maxilar, dentes arrancados, tímpano estourado, queimaduras na língua e céu da boca.

Fonte: R7

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.