Funcionários transportam o corpo de tigre morto após fugir de um circo em Paris, na sexta-feira (24) (Foto: Thomas Samson/AFP)

Tigre foge de circo e é morto após circular por ruas de Paris

Um tigre fugiu de um circo em Paris e assustou muita gente ao circular por ruas da capital francesa nesta sexta-feira (24). O animal foi morto depois de invadir uma linha do serviço de bondes elétricos.

Segundo o jornal francês “Le Parisien”, a fuga aconteceu no final da tarde. O tigre era uma das atrações do circo Bormann, instalado há algumas semanas no 15º distrito de Paris. O tiro que o matou teria sido disparado pelo próprio dono do circo.

Testemunhas citadas pelo jornal afirmam ter visto o animal descendo até os trilhos, pouco antes de ouvir barulho de tiros. Ninguém ficou ferido.

Os passageiros de um bonde da linha T3 disseram que o veículo ficou parado por cerca de 20 minutos, e inicialmente foi dito a eles que havia um problema técnico. Só após algum tempo o condutor contou que havia um tigre nos trilhos.

Uma usuária do Twitter que mora perto de onde o circo está instalado publicou, antes do incidente, uma foto da jaula onde ficavam três tigres. No post (veja abaixo), ela reclamava do pouco espaço destinado aos animais.

Fonte: G1


Nota do Olhar Animal: Mais um animal é vítima dos circos. São recorrentes os casos de fugas, ataques de animais violentados pelo confinamento e adestramento, entre outras situações que resultam em danos para animais humanos e não humanos. Em muitos países, a exploração de animais em circos já é proibida ou está em processo de proibição. Este caminho é irreversível e cabe a todos agirem para que ele ocorra o mais rapidamente possível.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.