TJ nega pedido para que cães resgatados em Limeira (SP) voltem aos ex-criadores

TJ nega pedido para que cães resgatados em Limeira (SP) voltem aos ex-criadores
Foto: Wagner Morente/GCM Limeira

O Tribunal de Justiça de São Paulo negou um pedido para que 138 animais resgatados de um canil de Limeira em abril do ano passado sejam devolvidos aos ex-criadores, que foram condenados a nove anos de prisão por maus-tratos.

Os animais eram mantidos em um canil dentro de uma casa e foram resgatados em uma operação da Guarda Civil Municipal e Polícia Civil, no dia 13 de abril de 2022.

Ao todo, foram resgatados do imóvel, que fica em um condomínio na Vila Santa Rosalia, 131 cães da raça spitz alemão (também chamada de Lulu-da-Pomerânia), um pastor belga, dois cachorros lhasa-apso e quatro gatos da raça persa.

Segundo a acusação, por causa da situação à qual eles eram submetidos, 13 cães morreram após o resgate.

A defesa contesta as acusações e recorre contra a condenação.

Adilson César Vicente e Fabiana Vanessa Fabri Vicente, que chegaram a ser presos à época, mas foram soltos após pagamento de fiança, acionaram a Justiça pedindo a restituição dos animais, alegando que o flagrante foi forjado pela Polícia Civil e que deveriam ser realizados os laudos de cada animal para averiguar a situação de maus-tratos.

Na decisão, o desembargador Marcelo Semer argumenta que, até o momento, ficou demonstrado que os animais estavam sofrendo maus-tratos pelos réus, que foram condenados por este crime.

Em nota, a defesa de Adilson e Fabiana ressaltou que esse julgamento se limitou à análise do pedido de devolução dos animais e que ainda haverá um julgamento final.

Por Felipe Pereira

Fonte: CBN